Diferenças entre edições de "Política de Liechtenstein"

138 bytes adicionados ,  02h19min de 13 de abril de 2013
sem resumo de edição
[[Ficheiro:Hans-Adam II von und zu Liechtenstein.jpg|thumb|right|Fotografia do soberano actual, [[Hans Adams II de Liechtenstein]].]]
[[Ficheiro:Landtag Liechtenstein Landtag1.jpg|thumb|left|[[Parlamento de Liechtenstein]] em [[Vaduz]].]]
O '''Liechtenstein''' é um estado [[democracia|democrático]], uma [[monarquia constitucional]], encabeçada actualmente pelo príncipe [[Hans-Adam II do Liechtenstein|Hans Adam II]], seguido pelo príncipe regente, [[Alois de Liechtenstein|Alois]], seguido pelo ''primeiro-ministro'' [[Otmar Hasler]].
 
 
Em Março de [[2003]] um polémico referendo posto na berra pelo príncipe Hans Adams, que exigia o reforço dos poderes do [[soberano]], levantou os ânimos da oposição que exigia a deposição do príncipe. Este, por seu turno, ameçou exilar-se nas suas residências [[áustria|austríacas]], caso não visse os seus poderes acrescidos. A acção movida pelo soberano foi muito criticada internacionalmente, inclusivé, pela [[Comissão de Veneza]]. A democracia do estado foi posta em causa e a monarquia apelidada de [[autoritarismo|autoritária]]. Mas o príncipe venceu e viu os seus poderes alargados. A oposição foi notoriamente desacreditada com os resultados deste referendo.
 
== Ver também ==
 
* [[Parlamento de Liechtenstein]]
 
== Ligações externas ==
 
*[http://www.landtag.li/ Parlamento de Liechtenstein]
 
{{Liechtenstein/Tópicos}}
Utilizador anónimo