Abrir menu principal

Alterações

42 bytes removidos ,  20h44min de 16 de abril de 2013
Em [[1990]], no Campeonato Brasileiro da Série B, passou novamente da primeira fase, mas ficou em terceiro na sua chave na segunda fase. [[Operário Ferroviário Esporte Clube]] e [[Sport Club do Recife]] se classificaram. O [[Clube do Remo]] foi o lanterna. Subiram Sport e [[Clube Atlético Paranaense]].
 
Em [[1991]], ficou na nona posição ao término da Taça Guanabara, à frente de [[América Futebol Clube (Três Rios)|América Futebol Clube-TR]], [[Associação Atlética Portuguesa (Rio de Janeiro)|Associação Atlética Portuguesa]] e [[Volta Redonda Futebol Clube]]. Ao término da Taça Rio, o time repetiu a nona posição à frente de [[Bangu Atlético Clube]] e os rebaixados [[São Cristóvão de Futebol e Regatas]] e [[Goytacaz Futebol Clube]]<ref>[http://www.rsssfbrasil.com/tablesrz/rj1991.htm Campeonato Estadual de 1991]</ref>. No Campeonato Brasileiro da Série B, ficou apenas na vigésima-sétima colocação.
 
Em [[1992]], ficou em último lugar na Taça Guanabara e ainda perdeu 5 pontos por ter utilizado de forma irregular o lateral Júnior na derrota de 3 a 0 para o Vasco. Na Taça Rio ficou na décima-segunda posição, à frente apenas de [[Goytacaz Futebol Clube]] e [[Madureira Esporte Clube]] e atrás do [[Campo Grande Atlético Clube]]. Todos sofreram o descenso<ref>[http://www.rsssfbrasil.com/tablesrz/rj1992.htm Campeonato Estadual de 1992]</ref>. Disputou seu último ano na Série B do Campeonato Brasileiro ao ficar na vigésima-quinta posição.
Em [[1991]], no Campeonato Brasileiro da Série B, ficou apenas na vigésima-sétima colocação.
 
Em [[1992]], ficou em último lugar na Taça Guanabara e ainda perdeu 5 pontos por ter utilizado de forma irregular o lateral Júnior na derrota de 3 a 0 para o Vasco. Na Taça Rio ficou na décima-segunda posição, à frente apenas de [[Goytacaz Futebol Clube]] e [[Madureira Esporte Clube]] e atrás do [[Campo Grande Atlético Clube]]. Todos sofreram o descenso<ref>[http://www.rsssfbrasil.com/tablesrz/rj1992.htm Campeonato Estadual de 1992]</ref>.
 
Em [[1992]], disputou seu último ano na Série B do Campeonato Brasileiro ao ficar na vigésima-quinta posição.
 
Em [[1993]], conseguiu o acesso do Grupo "B" da Primeira Divisão à elite do futebol fluminense na Taça Guanabara e subiu juntamente com o [[Bonsucesso Futebol Clube]]. Durante a disputa da Taça Rio, conseguiu sua permanência ao ficar na décima posição, à frente dos rebaixados [[São Cristóvão de Futebol e Regatas]] e [[Bonsucesso Futebol Clube]]<ref>[http://www.rsssfbrasil.com/tablesrz/rj1993.htm Campeonato Estadual de 1993]</ref>.
Em [[1994]], terminou em sexto lugar, último de sua chave<ref>[http://www.rsssfbrasil.com/tablesrz/rj1994.htm Campeonato Estadual de 1994]</ref>.
 
Em [[1995]], terminou o primeiro turno na quinta colocação. No segundo turno, foi o sexto e conseguiu se manter na elite do futebol fluminense<ref>[http://www.rsssfbrasil.com/tablesrz/rj1995.htm Campeonato Estadual de 1995]</ref>. Disputou o Campeonato Brasileiro da Série C e ficou na setuagésima-oitava posição entre 107 times. Subiram [[Esporte Clube XV de Novembro (Piracicaba)|Esporte Clube XV de Novembro de Piracicaba]] e [[Volta Redonda Futebol Clube]].
 
Em [[1995]], disputou o Campeonato Brasileiro da Série C e ficou na setuagésima-oitava posição entre 107 times. Subiram [[Esporte Clube XV de Novembro (Piracicaba)|Esporte Clube XV de Novembro de Piracicaba]] e [[Volta Redonda Futebol Clube]].
 
Vários foram os incentivadores do futebol na cidade, mas talvez o maior deles tenha sido Jair Bittencourt, que dá nome ao estádio. A maior glória alcançada pelo clube foi a conquista do Torneio Seletivo para o Campeonato Estadual, em [[1999]]. Foram dois os clímax de sua trajetória: o jogo contra o Clube de Regatas do Flamengo, no [[Maracanã|Estádio Jornalista Mário Filho]] e contra o mesmo time, em Itaperuna, a [[9 de maio]], transmitido para mais de 150 países.
38 119

edições