Abrir menu principal

Alterações

6 bytes adicionados ,  19h00min de 11 de maio de 2013
sem resumo de edição
<!-- [[Image:Phanagoria sphinx.jpg|thumb|200px|Um vaso de terracota na forma de uma [[esfinge]], século 5 a.C.. Uma das 26 peças semelhantes decobertas em uma necrópole feminina ("a sacerdotisa de [[Deméter]]") próximo à Fanagoria. Em exibição no [[Museu Hermitage]] em [[São Petersburgo]].]] -->
'''Fanagoria''' ({{lang-grc|Φαναγορ(ε)ία}}) foi a maior [[colônias gregas|colônia grega]] na [[península de Taman]], se espalhando por dois planaltos ao longo do litoral asiático do [[Bósforo Cimério]], 25&nbsp;quilomômetros (15,5 mi) a nordeste de [[Hermonassa]]. A antiga cidade se tornou o grande empório para todo o tráfico entre a costa de [[Palus Maeotis]] e outros países no lado sul do [[Cáucaso]], e foi escolhido pelos [[Reino do Bósforo|reis do Bósforo]] com sua capital na Ásia, [[Panticapeia]] sendo sua capital na Europa. É mencionada por [[StraboEstrabão]] como uma "cidade considerável" em sua ''Geografia''.<ref>[http://perseus.uchicago.edu/perseus-cgi/citequery3.pl?dbname=GreekTexts&getid=1&query=Str.%2011.2.12 Strabo, Geography, 11.2.10.]</ref>
 
Sob o comando de [[Kubrat]] e [[Batbayan da Bulgária|Batbayan]], Fanagoria foi a capital da [[Grande Bulgária]].
[[Image:Phanagoria excavations (2008).JPG|350px|thumb|Escavações em Fanagoria, em setembro de 2008.]]
 
A localização de Fanagoria foi determinada no século 18, quando as bases de estátuas de mármore com dedicatórias à [[Afrodite]] lá foram descobertas. [[Hecateu]] e [[StraboEstrabão]] mencionam um santuário local de Afrodite como o maior da região pôntica. A exploração arqueológica do terreno começou em 1822, quando "soldados escavaram em pesquisa um grande carrinho de mão, fazendo ricas descobertas de objetos de outro e prata, muitos únicos, que repartiram entre si mesmos".<ref>''North Pontic Archaeology: Recent Discoveries and Studies'' (ed. by Gocha R. Tsetskhladze). Brill Academic Publishers, 2001. p. x.</ref>
 
À parte da antiga cidade, arqueólogos têm estado interessados em uma vasta [[necrópole]], que se espalha sobre três lados em torno de Fanagoria. Existem milhares de sepulturas, muitas com sarcófagos de cipreste ou de mármore — uma indicação do bem-estar dos antigos fanagorianos. Escavações conduzidas no século 19 foram em sua maior parte amadorísticas; tanto quanto doze [[kurgan]]s seriam arrasados a cada temporada. Algumas da mais intrigantes descobertas foram desenterradas na década de 1860 nos túmulos de Bolshaya Bliznitsa, classificadas por [[Michael Rostovtzeff]] como uma necrópole feminina com três cofres.