Diferenças entre edições de "Francisco da Veiga Beirão"

17 bytes adicionados ,  11h36min de 22 de outubro de 2006
m
pequeno arranjo de estilo
(Veiga Beirão)
m (pequeno arranjo de estilo)
Francisco António da '''''Veiga Beirão''''' ([[Lisboa]], [[24 de Julho]] de [[1841]]; — [[Paço de Arcos]], [[11 de Novembro]] de [[1916]]) foi um político português do tempo da [[monarquia constitucional]] que presidiu ao penúltimo governo antes da [[Proclamação da República Portuguesa|implantação da República]], governando (de [[22 de Dezembro]] de [[1909]] a [[26 de Junho]] de [[1910]]).
==Biografia==
Aos 21 anos, [[1862]], licenciou-se em Direito pela [[Universidade]] de [[Coimbra]]. Exerceu advocacia e mais tarde tornou-se num reconhecido jurisconsulto e estadista.
 
Aos 21 anos, [[1862]], licenciou-se em Direito pela [[Universidade]] de [[Coimbra]]. Exerceu advocacia e mais tarde tornou-se num reconhecido jurisconsulto e estadista.
Como profissional exerceu o cargo de conservador do Registo Predial da 1ª Conservatória de [[Lisboa]] .
Foi nomeado em [[1887]], professor no extinto Instituto Comercial de Lisboa, para as cadeiras de Direito Comercial e Marítimo e Direito Internacional, atingindo mais tarde a categoria de catedrático. Durante muito tempo foi presidente da Associação de Advogados de Lisboa, vice-presidente da [[Academia Real das Ciências de Lisboa]] , também sócio efectivo do Intitut''Institut de Droit International'' e da ''Real Academia de Jurisprudencia y Legislación de Madrid''.
 
Reconhecido no estrangeiro, foi o primeiro português a receber uma importante distinção de Doctor of Civil Law , pela [[Universidade de Edimburgo]], na Escócia no ano de [[1905]].
A sua competência levou-o a representar Portugal em vários congressos sobre Direito Internacional e no Tribunal Permanente de Arbitragem, em [[Haia]], [[Holanda]].
 
A sua competência levou-o a representar Portugal em vários congressos sobre Direito Internacional e no Tribunal Permanente de Arbitragem, em [[Haia]], [[Holanda]].
Depois de abraçar o Direito com muita distinção, em [[1879]] faz uma incursão muito forte na política.
Começou por militar nos reformistas e transformou-se no delfim de [[José Luciano de Castro]], um progressista em rivalidade com [[José de Alpoim]].
 
Inicia como deputado pelo Partido Progressista consegue destacar-se e rapidamente chega aos lugares cimeiros do partido, assim permaneceu sem interregnos durante 25 anos.
 
Foi [[Par do Reino]] à data de 4 de Abril de [[1905]].
 
Chega a ministro e, fica com a pasta da Justiça e Assuntos Eclesiásticos, por duas vezes nas datas de [[1886-1890]] e [[1890]]-[[1900]], governos chefiados por José Luciano de Castro, líder do Partido Progressista.
 
De [[1898]] a [[1900]] foi ministro dos Negócios Estrangeiros. Depois de uma boa prestação neste cargo e na política, chega a presidente do Conselho de Ministros em , 22 de Dezembro de [[1909]] a 26 de Junho de [[1910]] , mas sem pasta.
 
Ao nível do governo onde mais se destacou foi no ministério da Justiça, principalmente pela autoria do projecto que foi aprovado no Parlamento sobre o Código Comercial, [[1888]], onde granjeou a projecção política e fama pelo seu dom oratório no parlamento. De notar que este Código esteve em vigor durante mais de 70 anos.
 
Veiga Beirão foi granjeado com muitas condecorações internas e externas, desde logo a mais importante de Portugal a grã-cruz da Torra[[Ordem da Torre e Espada]].
Com a República (reformou-se da política) e dedicou-se somente à carreira de advocacia ao ensino e, Associação de advogados.
 
Com a República, (reformou-se da política) e dedicou-se somente à carreira de advocacia e ao ensino e, a uma Associação de advogados.
 
Considerado um homem da esquerda antiga.
 
SeuFoi nomeo deupatrono nome àda Escola Comercial Veiga Beirão, mais tarde Escola Secundaria Veiga Beirão, que por decisão do ministério da educação foi extinta. Situava-se no Largo da Trindade ao lado do Quartel -General da GNRGuarda Nacional Republicana.
 
 
{{Biografias}}
----'''Beirão, Francisco António da Veiga (1841-1916)'''
 
 
|título = [[Lista de Primeiros-ministros de Portugal|Primeiros-ministros de Portugal]]
|anos = [[1909]] - [[1910]]
|antes = [[Venceslau de Sousa Pereira de Lima|Pereira de Lima]]
|depois = [[António Teixeira de Sousa]]
}}
{{Termina caixa}}
 
{{Biografias}}
 
[[categoria:Primeiros-ministros de Portugal]]