Diferenças entre edições de "Edward Gorey"

115 bytes adicionados ,  17h58min de 20 de maio de 2013
m
imagem, wikilinks.
(nova página: '''Edward St. John Gorey''' (Chicago, Illinois, 22 de fevereiro de 1925 - Hyannis, Massachusetts, 15 de abril de 2000) foi um escritor e artista americano reconhecido por se...)
 
m (imagem, wikilinks.)
[[Arquivo:Gorey28.jpg|Gorey28|320px|direita]]
 
'''Edward St. John Gorey''' ([[Chicago]], Illinois, 22 de fevereiro de 1925 - [[Hyannis]], Massachusetts, 15 de abril de 2000) foi um escritor e artista americano reconhecido por seus livros ilustrados de tom macabro, mas com certo senso de humor.
 
==Primeiros anos==
Nascido em Chicago, seus pais, Helen Dunham e Edward Lee Gorey, se divorciaram quando ele tinha onze anos e voltaram a secasarse casar em 1952, quando tinha vinte e sete. Uma de suas madrastas foi [[Corinna Mura]] (1909–1965), uma cantora de cabaré que teve um pequeno papel em [[Casablanca|Casablanca (filme)]], no qual cantava A Marselhesa no Rick's Café.
 
Gorey frequentou várias escolas primárias locais entre 1944 e 1946, esteve no exército em Dugway Proving Ground, em Utah e, mais tarde, em [[Harvard]], (de 1946 a 1950), onde estudou francês e foi colega de quarto do futuro poeta [[Frank O'Hara]].
 
==Carreira profissional==
De 1953 a 1960 Gorey viveu em [[Nova York]] e trabalhou para o Departamento de Arte da editora [[Doubleday Anchor]], ilustrando capas de libroslivros como por exemplo: [[Drácula]] de [[Bram Stoker]], [[A Guerra dos Mundos]] de [[H. G. Wells]] ou [[Os Gatos]] de [[T. S. Eliot|T. S. Eliot.]].
 
Seu primeiro trabalho, The Unstrung Harp (A Harpa Não Tocada), foi publicado em 1953. Também publicou sob pseudônimos tais como Ogdred Weary, um anagrama de seu primeiro nome e sobrenome.
 
Os livros de histórias ilustradas e desenhos de Gorey, com seus ares ominosos calcados nas épocas [[Era vitoriana|vitoriana]] e [[Era eduardiana|eduardiana]], tiveramganharam um status [[Cult|''cult'']], mas Gorey chegou a ser bem conhecido através da animação de abertura da série da [[PBS]] Mystery! em 1980 e sus designs para a produção da Broadway de Drácula em 1977, para a qual ganhou o [[Tony Award]] de Melhor Desenho de Figurino e foi também indicado para Melhor Cenografia.
 
Em anos posteriores, Gorey viveu em [[Yarmouth Port]], Massachusetts, em [[Cape Cod]], onde escreveu e dirigiu numerosos espetáculos nocturnosnoturnos, dondeonde frequentemente apresentava suas próprias marionetes de papel machê, em uma companhía conhecida como La Theatricule Stoique. Seu maior trabalho teatral foi o libreto para "Opera Seria for Handpuppets", The White Canoe, para unmauma partitura do compositor Daniel James Wolf.
 
Sua paixão pelo balé foi bem conhecida (durante muitos anos, assistiu a todaslastodas apresentacionesas apresentações do New York City Ballet) bem como pelos gatos. Ambas as figuras aparecem em sua obra. Seu conhecimiento da literatura e do cinema era incomumente extenso, ye em suas entrevistas citava entre seus artistas favoritos [[Jane Austen]], [[Francis Bacon]], [[George Balanchine]], [[Balthus]], [[Louis Feuillade]], [[Ronald Firbank]], Lady [[Murasaki Shikibu]], [[Robert Musil]], [[Yasujiro Ozu|Yasujirō Ozu]], [[Anthony Trollope,]] e [[Vermeer]].
 
De 1996 até a data de sua morte, em abril de 2000, Gorey, normalmente solitário, foi objeto de um documentário dirigido por [[Christopher Seufert]], ainda inédito. Sua casa em Cape Cod, chamada Elephant House, agora serve como galeria e museu.