Diferenças entre edições de "Esquema de Horner"

518 bytes adicionados ,  05h01min de 27 de maio de 2013
X<sub>0</sub>=11;X<sub>1</sub>=1 e X<sub>2</sub>=1993.
 
Se tivermos a aproximação X<sub>0</sub>=1.,1 e fizermos a deflação, encontramos:
 
<math> R(x) =(x-1,1)*(21722,71-2003,9x + x^2) </math>
R(x) =(x-1,1)*(x-1993,0005)*(x-10,899501)</math>
 
As raízes encontradas são boas aproximações para as raízes exatas, apesar do erro inicial.Porém se tomarmos a aproximação inicial como X<sub>2</sub>=1993,1. Temos:
 
<math> R(x) =(x-1993,1)*(209,11-11,9x+ x^2)
R(x) =(x-1993,1)*(x-(5,95+13,179814i))*(x-(5,95+13,179814i)</math>
 
O que não é uma boa aproximação. Percebe-se que as raízes envolvem a unidade imaginária e não estão próximos de 1 e 11. Logo, nesse caso tivemos uma grande propagação de erros.
 
== Eficiência ==
101

edições