Abrir menu principal

Alterações

Sem alteração do tamanho, 19h32min de 31 de maio de 2013
sem resumo de edição
 
===Concílio de Constantinopla e criação dos cinco patriarcados===
Em [[330]] a capital do [[impérioImpério romanoRomano]] foi transferida para [[Constantinopla]], assim o [[Primeiro Concílio de Constantinopla|concílio homônimo]] realizado em [[381]], decreta de forma pouco clara a criação de um patriarcado para esta cidade em seu terceiro cânon: “''O Bispo de Constantinopla, no entanto, deve ter a prerrogativa de honra, após o Bispo de Roma, porque Constantinopla é a nova Roma''”<ref>[http://www.ccel.org/ccel/schaff/npnf214.ix.viii.iv.html Canon 3]</ref>, esta prerrogativa de honra, no entanto não implica nenhuma jurisdição fora de sua própria [[diocese]]. O segundo cânon do mesmo concílio define a jurisdição do Bispo de Antioquia, que incluía todos as províncias orientais do Império Romano.<ref name="New Advent - The Church of Antioch"/> O Primeiro Concílio de Constantinopla não tinha originalmente a intenção de ser um concílio ecumênico, mais apenas [[Concílios nacionais, regionais ou plenários|regional]], motivo pelo qual os bispos ocidentais e o papa foram ignorados.
 
Acusações de Alexandria para a promoção de Constantinopla, levou a uma luta constante entre os dois na primeira metade do [[século V]]<ref>[http://www.sankt-georgen.de/leseraum/schatz2-2.html Klaus Schatz: Primat und Reichskirchliche Strukturen im 5. - 9. Jahrhundert]</ref>. O [[Primeiro Concílio de Éfeso]] realizado em [[431]] estende o poder de Jerusalém ao longo de três províncias da [[Palestina]].<ref>[http://books.google.com/books?id=XgRrh2M08p0C&printsec=frontcover#PPA95,M1 The Challenge of Our Past: Studies in Orthodox Canon Law and Church History, by John H. Erickson (St Vladimir's Seminary Press, 1991 ISBN 0881410861, 9780881410860), p. 96]</ref>