Abrir menu principal

Alterações

561 bytes adicionados ,  22h33min de 12 de junho de 2013
sem resumo de edição
|cor = lightgreen
|nome = Plumbaginaceae
| imagem =PlumbagoPLUMBA_Plumbago_auriculata_2.jpg
| imagem_legenda = ''Plumbago Auriculata''
|reino = [[Plantae]]
====Folhas====
Possuem folhas simples, alternas, com margem inteira, sem estípula (às vezes pseudoestípulas) e pecíolo curto.
[[Ficheiro:PLUMBA Plumbago auriculata 3.jpg|miniaturadaimagem|esquerda|''Plumbago auriculata'']]
====Flores====
Com inflorescências racemosas ou cimosas, possuem flores relativamente grandes e frequentemente vistosas, bissexuadas, actinomorfa, diclamídeas, com cálice colorido, pentâmero, gamossépalo, frequentemente com tricomas glandulosos na parte externa; corola também pentâmera, gamopétala (raramente dialipétala), às vezes protegida por bractéolas grandes e secas; estames em número igual ao das pétalas, alternissépalos (raramente epipétalos), anteras rimosas; ovário súpero, com 5 carpelos (pentacarpelar), unilocular; placentação ereta, 1 óvulo (uniovulado); estiletes livres entre si (ou apenas um).
 
==Distribuição Geográfica==
[[Ficheiro:Plumbaginaceae - map of distribuition.gif|commoldura|direita|Mapa de distribuição geográfica da Família Plumbaginaceae]]
A família '''Plumbaginaceae''' é formada por 24 gêneros entre 650 e 1.000 espécies, e possui distribuição ampla, porém concentrada principalmente na região desde o Mediterrâneo até a Ásia Central, preferencialmente em ambientes montanhoso, frios e secos, ou na zona costeira, sob forte influência marinha.
<br />
 
<br />
No Brasil, foram registradas apenas duas espécies: ''[[Plumbago scandens]]'' L. e ''[[Limonium brasiliense]]'' (Boiss.) Kuntze. Estas são encontradas no litoral sul ("[[Limonium]]" Mill.) ou estando freqüentemente associadas à borda de Florestas de Restinga ou Floresta Atlântica ("[[Plumbago]]" L.) (ROCHA, 2008).
 
==Adaptações/Caracteres evolutivos==
Espécies desta família preferem condições salinas e, na maioria das vezes, ambientes secos. Espécies de ''[[Limonium]]'' e algumas outras plantas halófitas são suculentas; também são os únicos membros da família que podem crescer em pântanos de água salgada (Hanson et al. 1994; Flowers & Colmer 2008; Ogburn & Edwards 2010 apud Mobot). Os compostos de amônia quarternário que têm sidos encontrados em praticamente todos os membros da família estão envolvidos na excreção de sal (Hanson et al. 1994, apud Mobot).
 
[[Ficheiro:PLUMBA Armeria marítima.jpg|miniaturadaimagem|esquerda|Polinização por insetos - ''Armeria marítima]]
<br />
==Reprodução==
As flores da família '''Plumbaginaceae''' são polinizadas por insetos e o seu cálice persistente auxilia na polinização pelo vento (polinização anemófila).
<br />
<br />
 
<br />
<br />
<br />
<br />
<br />
[[Ficheiro:PLUMBA Limonium latifolium - lavanda de mar.jpg|miniaturadaimagem|direita|''Limonium latifolium'' - lavanda-do-mar]]
==Importância Econômica==
Algumas espécies de '''Plumbaginaceae''' são cultivadas como plantas ornamentais. É o caso da bela-emília (''[[Plumbago auriculata]]''), planta originária da África do Sul, ela é um arbusto com ramos prostados, utilizado para cercas vivas e como planta pendente nos muros. Além desta espécie, destacam-se também ''[[Limonium latifolium]]'' e ''[[L. sinuatum]]'', conhecidas como lavanda-do-mar.
 
E, além disso, plantas do gênero ''[[Plumbago]]'' têm sido utilizadas na medicina popular como anti-reumático, purgativo, contra sífilis e dores de dente (PAIVA et al, 2002)
60

edições