Diferenças entre edições de "Meliaceae"

75 bytes removidos ,  04h07min de 13 de junho de 2013
==Adaptações/Caracteres Evolutivos==
[[imagem:Flor de Swietenia macrophylla..jpg|thumb|left|400px|Flor de ''Swietenia macrophylla'']]
Uma adaptação da família é que a maioria das meliáceas possui um tubo floral bem desenvolvido, que é formado pela conexão dos filamentos – uma forma bastante incomum de formar um tubo. As adaptações ampliam-se nos modos de dispersão de [[sementes]] e de [[polinização]]. [[Abelhas]] e [[mariposas]] são os principais polinizadores das pequenas flores nectaríferas de Meliaceae. A polinização cruzada é promovida pela presença de flores unissexuais. Gêneros com drupas ou cápsulas e/ou sementes coloridas são dispersas por [[aves]] e [[mamíferos]] (incluindo [[morcegos]]). Sementes aladas (como em ''[[Swietenia]]'' e ''[[Cedrela]]'') são dispersas pelo vento.
<br />
A monofilia de Meliaceae é sustentada por análises de sequências de DNA (Gadek et al., 1996; Muellner et al., 2003) e de caracteres morfológicos. Os gêneros pertencem ou à Melioideae (frutos cápsulas, bagas ou drupas com sementes não-aladas; [[xilema]] secundário com um ou dois raios seriados e gemas sem escamas), ou à Swietenioideae (cápsulas com sementes aladas; xilema secundário com 3 a 6 raios seriados e gemas providas de escamas) (Pennington e Styles, 1975). Swietenioideae contém gêneros como ''Swietenia'' e ''Cedrela'' e é monofilética com base nas suas características de sementes aladas e achatadas (em cápsulas) e nas gemas providas de escamas. ''Cedrela'' é característico por suas flores, que apresentam filetes separados (uma reversão) e pétalas eretas.
Utilizador anónimo