Acento grave: diferenças entre revisões

325 bytes adicionados ,  14 de junho de 2013
sem resumo de edição
No galês, é usado para denotar o som de uma vogal curta numa palavra que poderia também ser pronunciada com o som de uma vogal longa, por exemplo ''mẁg'' ("estúpido") e ''mwg'' ("fumaça").
 
No italiano, sinaliza tonicidade geralmente em palavras oxítonas, como em ''virtù'' ("virtude"), ''più'' ("mais") e ''città'' ("cidade"), e raramente em palavras proparoxítonas, como ''vòlgere'' ("tornar/transformar"). Também é usado obrigatoriamente em palavras monossilábicas: ''tè'' ("chá"), ''già'' ("já") e ''è'' ("é"). E como no italiano as palavras proparoxítonas não recebem acentuação (com exceções) o acento grave também é utilizado para diferenciar palavras para evitar a pronúncia errônea durante a leitura, como em ''princìpe'' ("princípio") de ''principe'' ("príncipe") e ''subìto'' ("sofrido") de ''subito'' ("súbito").
 
Em algumas [[Língua tonal|línguas tonais]] como o vietnamita (chamado ''dấu huyền'') e o [[mandarim|chinês mandarim]], o acento grave é usado para indicar um tom reduzido.
Utilizador anónimo