Diferenças entre edições de "Julia Gillard"

12 bytes adicionados ,  18h19min de 27 de junho de 2013
m
sem resumo de edição
m
m
| imagem = Julia Gillard 2010.jpg
| título = 27ª [[Primeiro-ministro da Austrália|Primeira-ministra]] da {{AUS}}
| mandato = [[24 de junho]] de [[2010]] - [[26 de junho]] de [[2013]]
| antes = [[Kevin Rudd]]
| depois = Kevin Rudd
Em 1998 foi eleita deputada pelo círculo de Lalor, e entre 2001 e 2003 foi "Ministra Sombra" para a população e [[imigração]] e em 2003 acumulou também a pasta da reconciliação e assuntos dos indígenas.
 
Em 2007, concorreu como vice-primeira ministra na chapa do trabalhista [[Kevin Rudd]].<ref>{{cite news|first=Cosima|last=Marriner|title=Gillard reveals: it was the go-girl factor|url=http://www.smh.com.au/news/national/gillard-reveals-it-was-the-gogirl-factor/2007/11/25/1195975870414.html|newspaper=[[The Sydney Morning Herald]] |publisher=Fairfax |accessdate=24 de junho de 2010}}</ref> Três anos mais tarde, foi a primeira mulher eleita premiê de seu país.<ref>[http://www.abc.net.au/news/2013-06-26/julia-gillard-speaks-about-defeat/4783950 "Julia Gillard tells of 'privilege' of being first female PM"]. Página acessada em 27 de junho de 2013.</ref> ComEm meados de 2013, com a popularidade em declínio, submeteu sua liderança a uma votação dentro do próprio partido e acabou perdendo. Ela oficialmente renunciou ao cargo em 26 de junho de 2013.<ref>[http://g1.globo.com/mundo/noticia/2013/06/primeira-ministra-da-australia-perde-votacao-interna-do-partido-e-pode-renunciar.html "Premiê da Austrália perde votação interna do partido e deve renunciar"]. Página acessada em 27 de junho de 2013.</ref> O cargo então passou para o seu antecessor, Kevin Rudd.<ref>[http://g1.globo.com/mundo/noticia/2013/06/apos-disputa-interna-trabalhista-rudd-e-o-novo-premie-da-australia.html "Após disputa interna trabalhista, Rudd é o novo premiê da Austrália"]. Página acessada em 27 de junho de 2013.</ref>
 
{{referências}}