Abrir menu principal

Alterações

9 bytes adicionados ,  01h01min de 8 de julho de 2013
Desfazendo edição equivocada, pois Universidade de Göttingen é correto nesta enciclopédia
|campo =[[Física]]
|instituicao_trabalho={{nowrap|[[Universidade de Zurique]]}}, {{nowrap|[[Universidade de Francoforte|Universidade de Frankfurt]]}}, {{nowrap|[[Universidade Humboldt de Berlim]]}}, {{nowrap|[[Sociedade Max Planck]]}}
|alma_mater ={{nowrap|[[Universidade de Estrasburgo]]}}, {{nowrap|[[Universidade de GotingaGöttingen]]}}, {{nowrap|[[Universidade de Munique]]}}, {{nowrap|[[Universidade Humboldt de Berlim]]}}
|tese =1903: ''Über die Interferenzerscheinungen an planparallelen Platten''
|orientador =[[Max Planck]]
Max Theodor Felix Laue nasceu em [[Pfaffendorf]], filho de Julius von Laue, um funcionário da administração militar alemã. Max Theodor Felix Laue foi levado a nobreza hereditária em 1913 passando então a se chamar Max Theodor Felix von Laue.
 
Devido à função de seu pai, junto com ele Max von Laue era enviado a várias cidades. Com isso ele estudou em diferentes escolas. Mas foi na [[Universidade de Estrasburgo]], sob a influência do professor [[Goering]] que ele adquiriu gosto pela ciência, porem logo se mudou para [[Universidade de Gotinga[[Göttingen]] onde trabalhou com [[Woldemar Voigt|W.Voigt]] e [[W. Abraão]] os quais exerceram grande influência sobre as idéias de Max von Laue. Em 1902 foi para a Universidade de [[Berlim]] trabalhar sob a orientação de [[Max Planck]], onde assistiu palestras sobre [[espectroscopia]] de calor e radiação o que incentivou sua especialização em [[espectroscopia]] de radiação.
 
Em 1903 obteve o doutorado em [[Berlim]] e em 1905 foi convidado a trabalhar com [[Max Planck]] no instituto de física teórica de [[Berlim]]. Max von Laue mostrava um grande interesse pelas teorias de [[Einstein]] sobre [[relatividade]] e em [[1907]] começou a publicar artigos sobre essas teorias. Em 1909 Entrou como [[Privatdozent]] na Universidade de [[Munique|München]] onde proferia palestras sobre [[óptica]], [[termodinâmica]] e [[teoria da relatividade]]. No ano seguinte casou-se com Magdalena von Laue Desen, a filha de [[Max Planck]]. Em 1912 tornou-se professor da [[Universidade de Zurique]] onde iniciou seu trabalho de medição do comprimento de onda do [[Raio X]] utilizando o efeito de [[difração]] em [[cristais]], trabalho esse que lhe daria o [[Prêmio Nobel]] em [[1914]]. Em [[1919]] tornou-se professor de física da Universidade de [[Berlim]], onde permaneceu até [[1943]]. Entre outros cargos que também ocupou se destacam o cargo de diretor do instituto [[Max Planck]], diretor do instituto de física e química de Fritz Heber de [[Berlim]]. Em [[1945]] com o fim da [[Segunda Guerra Mundial|guerra]] Max von Laue foi levado pelas tropas anglo-americanas para a [[Inglaterra]], onde ficou confinado até 1946.
[[Categoria:Físicos da Alemanha]]
[[Categoria:Ex-alunos da Universidade de Estrasburgo]]
[[Categoria:Ex-alunos da Universidade de GotingaGöttingen]]
[[Categoria:Ex-alunos da Universidade de Munique]]
[[Categoria:Ex-alunos da Universidade Humboldt de Berlim]]