Abrir menu principal

Alterações

51 bytes adicionados, 16h05min de 9 de julho de 2013
sem resumo de edição
{{mais-notas-bpv|data=Julho de 2012}}
{{Info/Ator
| nome = Paulo CésarCesar PereioPeréio
| ocupação =
| imagem =
| tamanho_imagem =
| descrição =
| nome_denascimento = Paulo CésarCesar de Campos Velho
| outro_nome =
| data_nascimento = {{dni|lang=br|19|11|1940}}
}}
 
'''Paulo CésarCesar de Campos Velho''', [[nome artístico|mais conhecido]] como '''Paulo CésarCesar PereioPeréio''' ([[Alegrete (RS)|Alegrete]], [[Rio Grande do Sul]], [[19 de outubro]] de [[1940]]) é um [[ator]] [[brasil]]eiro.
 
== Biografia ==
Nascido em Alegrete, Peréio veiose mudou para Porto Alegre aos 12 anos. Seu pai era militar e a mãe trabalhava na Assembleia Legislativa. Ao lado de nomes como [[Paulo José]] e [[Lilian Lemmertz]], o ator fez parte do Teatro de Equipe, um grupo de atores que marcou o teatro gaúcho nos [[anos 1950]].
 
Seu filme de estreia foi ''Os Fuzis'', de [[1964]], dirigido por [[Ruy Guerra]], no qual foi dublado pelo ator [[Cécil Thiré]]. Atuou em quase cem filmes como ator, participando de muitas de suas obras decisivas, passando por suas correntes artísticas importantes como o [[Cinema novo|Cinema Novo]], [[cinema marginal]], mas também de [[pornochanchada]]s, e imprimindo a seus personagens traços de sua personalidade: a irreverência, a corrosiva ironia, o espírito anárquico, o deboche.
 
Pereio foi casado três vezes. Primeiro com a atriz [[Neila Tavares]], mãe de Lara; depois, com [[Cissa Guimarães]], com quem teve dois filhos - Tomás e [[João Velho|João]], que também é ator. Finalmente, de seu casamento com Suzana César de Andrade, que não é do meio artístico, nasceu Gabriel.
Utilizador anónimo