Diferenças entre edições de "Bomba nuclear"

126 bytes adicionados ,  09h33min de 20 de julho de 2013
sem resumo de edição
m (Revertidas edições por 187.106.47.104 devido a vandalismo (usando Huggle))
'''Bomba nuclear''', também chamada de '''bomba''' {{PBPE|atômica|atómica}}, é um dispositivo explosivo que deriva sua força destrutiva das [[Reação nuclear|reações nucleares]], tanto de [[Fissão nuclear|fissão]] ou de uma combinação de fissão e [[Fusão nuclear|fusão]]. Ambas as reações liberam grandes quantidades de energia a partir de quantidades relativamente pequenas de matéria. O primeiro teste de uma bomba de fissão ("atômica") liberou a mesma quantidade de energia de cerca de 20 mil [[Equivalente em TNT|toneladas de TNT]]. O primeiro teste de uma [[Desenho de Teller–Ulam|bomba termonuclear ("hidrogênio")]] liberou uma quantidade de energia equivalente a cerca de 10 milhões de toneladas de [[Trinitrotolueno|TNT]]. Uma arma termonuclear moderna, pesando pouco mais de 1.100 kg, pode produzir uma força explosiva equivalente à detonação de mais de 1,2 milhões de toneladas de TNT.<ref>Especificamente as bombas nucleares [[B83]], com 1,2 [[megaton]]s.</ref> Assim, mesmo um pequeno dispositivo nuclear não muito maior do que bombas tradicionais, pode devastar uma cidade inteira através da gigantesca explosão e por incêndios e [[radiação]] subsequentes. As armas nucleares são consideradas [[armas de destruição em massa]] e seu uso e controle têm sido um dos principais focos da política de [[relações internacionais]] desde a sua criação.
 
Apenas [[Bombardeamentos de Hiroshima e Nagasaki|duas armas nucleares]] foram utilizadas durante uma guerra: (a terceira, por motivos politicos ainda se finge que não aconteceu, lançada no Iraque em 1991 na primeira guerra do Golfo) quando os [[Estados Unidos]] bombardearam duas cidades japonesas no fim da [[Segunda Guerra Mundial]]. Em 6 de agosto de 1945, uma [[bomba de fissão]] de [[urânio]] cujo codinome era "''[[Little Boy]]''" foi detonada sobre a cidade japonesa de [[Hiroshima]]. Três dias depois, em 9 de agosto, um tipo de bomba de fissão de [[plutônio]], de codinome "''[[Fat Man]]''", explodiu sobre a cidade de [[Nagasaki]], no [[Império do Japão|Japão]]. Estes dois ataques resultaram na morte de cerca de 200 mil pessoas — a maioria civis — por causa dos graves ferimentos decorrentes das explosões e da radiação.<ref>{{cite web |url = http://www.rerf.or.jp/general/qa_e/qa1.html |title = Frequently Asked Questions #1 |publisher=[[Radiation Effects Research Foundation]] |quote=total number of deaths is not known precisely ... acute (within two to four months) deaths ... Hiroshima ... 90,000-166,000 ... Nagasaki ... 60,000-80,000 | accessdate = 18 de setembro de 2007}}</ref> O papel dos bombardeamentos nucleares na [[rendição do Japão]] e se seu uso foi ético ainda são questões que continuam a serem alvos de discussão atualmente.
 
Depois dos bombardeamentos de Hiroshima e Nagasaki, armas nucleares foram detonadas em mais de duas mil ocasiões, durante [[Teste nuclear|testes e demonstrações]]. Apenas [[Países com armamento nuclear|algumas nações]] possuem tais armas ou são suspeitos de as terem. Os únicos países conhecidos por terem detonado armas nucleares e que são reconhecidos por possuírem esse tipo de armamento são (em ordem cronológica, de acordo com a data do primeiro teste): [[Estados Unidos]], [[União Soviética]] ([[Sucessão de estados|sucedida]] como uma potência nuclear pela [[Rússia]]), [[Reino Unido]], [[França]], [[República Popular da China]], [[Índia]], [[Paquistão]] e [[Coreia do Norte]]. Além disso, é quase consenso que [[Israel]] também possui armas nucleares, embora o governo israelense não reconheça isso.<ref name="nuclearweapons1">{{cite web|url=http://www.fas.org/programs/ssp/nukes/nuclearweapons/nukestatus.html |title=Federation of American Scientists: Status of World Nuclear Forces |publisher=Fas.org |date= |accessdate=27 de maio de 2013}}</ref><ref>{{cite web|url=http://www.fas.org/nuke/guide/israel/nuke/index.html |title=Nuclear Weapons – Israel |publisher=Fas.org |date=8 de janeiro de 2007 |accessdate=27 de maio de 2013}}</ref><ref>See also [[Mordechai Vanunu]]</ref> Apenas um país, a [[África do Sul]], fabricou armas nucleares no passado, mas desmontou todo o seu arsenal após o fim do regime do ''[[apartheid]]'', quando o país aderiu ao [[Tratado de Não Proliferação de Armas Nucleares]] (TNP) e aceitou completamente as salvaguardas internacionais.<ref>{{cite web|url=http://www.fas.org/nuke/guide/rsa/nuke/index.html |title=Nuclear Weapons – South Africa |publisher=Fas.org |date=29 de maio de 2000 |accessdate=28 de maio de 2013}}</ref>
Utilizador anónimo