Diferenças entre edições de "Nino, o Italianinho"

900 bytes adicionados ,  22h12min de 21 de agosto de 2013
'''''Nino, o Italianinho''''' é uma [[telenovela]] [[brasil]]eira, produzida pela [[TV Tupi]] e apresentada de [[5 de maio]] de [[1969]] a [[4 de julho]] de [[1970]], às 19h. Foi escrita por [[Geraldo Vietri]] e [[Walter Negrão]] e dirigida por Geraldo Vietri.
 
== Sinopse ==
NinoNuma évila umdo bairro do [[Bexiga (São Paulo)|Bexiga]] em [[São Paulo]], tradicional reduto de [[Imigração italiana no Brasil|imigrante italiano]], quemora temNino, umo açougueamigo node bairrotodos. doO [[Bexigarapaz (Sãotinha quinze Paulo)|Bexigaanos quando chegou ao [[Brasil]], em [[Sãocompanhia Paulode (cidade)|Sãoum Paulo]]tio, Ângelo. ÉCom muito trabalho Nino tornou-se dono de um rapaz[[açougue]]. alegreAlegre, rude e de bom coração, eo querapaz énão apaixonadoconsegue porconquistar suao vizinhacoração da ambiciosa Natália, quesua porvizinha suatambém vezpobre que está interessadatentando pelose ricoaproximar de Renato., Biancaseu émilionário umapatrão jovem- meigadono ede tímida,uma quejoalheria teme umfilho defeitode numaDona pernaVirgínia, eproprietária quedas écasas apaixonadada porvila, Nino.completamente Emcontra tornoo dessesenvolvimento personagensde acontecemRenato todascom as histórias da tramaNatália.
 
Enquanto Nino sofre por Natália, Bianca sofre de amores por Nino. Ela é uma jovem meiga, tímida, não muito bonita e que, ainda por cima, tem um defeito na perna. Apaixonada pelo açougueiro, Bianca vive seu ciúme em silêncio, até que Nino vê despertar em si o verdadeiro amor em relação a ela.
 
Em torno desse drama sentimental, os outros moradores da vila vivem suas pequenas batalhas do [[dia]]-a-dia - como Dona Santa. Viúva, mãe de três filhos homens, ela é o protótipo da mãe italiana: abnegada, trabalhadora, expansiva e superprotetora. A ela recorriam todos os vizinhos em caso de dificuldade. E foi justamente Dona Santa que acabou aproximando Nino de Bianca, fazendo-o esquecer de Natália.
 
== Elenco ==
Utilizador anónimo