Tuba auditiva: diferenças entre revisões

579 bytes adicionados ,  28 de agosto de 2013
sem resumo de edição
Diferentes fatores interferem no funcionamento da tuba auditiva, como, por exemplo, adenoides hipertrofiadas, fissura palatina, tumores na rinofaringe e fatores de desenvolvimento.¹
 
Anatomia
Anatomia
[[Ficheiro:Gray910.png|miniaturadaimagem|1-Tympanic membrane;2- Umbo;3- Handle of the malleus;4- Lateral process;5- Anterior tympanomalleolar fold;6- Posterior tympanomalleolar fold;7-Pars flaccida;8- Anterior pouch of Tröltsch;9- Posterior pouch of Tröltsch;10- Fibrocartilaginous ring;11- Petrotympanic fissure;12- Auditory tube;13- Iter chordae posterius;14- Iter chordæ anterius;15- Fossa incudis for short crus of the incus;16- Prominentia styloidea.]]
A tuba auditiva é um tubo orgânico fechado que une a rinofaringe à orelha média. É constituída de uma parte óssea, mais curta, com 12 milímetros de comprimento, correspondendo ao semicanal da tuba auditiva; e uma cartilagínea, com 24 milímetros de comprimento, cuja base é inserida sob a mucosa da parede lateral da rinofaringe.²
O desenvolvimento da tuba auditiva só se completa aos 18 anos de vida. No feto a base do crânio é relativamente plana, de modo que a tuba auditiva tem em desvio de cerca de 10 graus do plano horizontal. Com o desenvolvimento pós-natal há aumento das dimensões verticais da base do crânio, além de um distanciamento do palato duro, gerando,no adulto um aumento da angulação da tuba auditiva para 45 graus. O crescimento da mesma varia de 30a 38 mm.³
A tuba auditiva é usualmente dividida em uma porção óssea intratemporal, e uma porção cartilaginosa. Pouco é descrito sobre a porção intratemporal, pois ela é patente. A parede medial da porção óssea está em íntimo contato com o canal carotídeo e o labirinto. A mucosa desta região é semelhante a do ouvido médio, incluindo células mucosas e ciliares.³
A trajetória da tuba auditiva até a rinofaringe tem a morfologia de um S invertido. O término na rinofaringe está a cerca de 20 mm acima do plano do palato duro e protrai com sua cartilagem no chamado tórus tubareo. Há uma fina camada de epitélio recobrindo a cartilagem.³