Abrir menu principal

Alterações

71 bytes adicionados ,  20h32min de 6 de setembro de 2013
Ajustes.
|nacionalidade = {{BRAn|o}}
|local nasc = [[Imagem:São Paulo City flag.svg|São Paulo|20px]] [[São Paulo (cidade)|São Paulo]]
|data nasc = {{dni|28|2|1957|idade|lang=br}}
|local morte =
|data morte =
|ultima corrida = {{BRAb}} [[Grande Prêmio do Brasil de 1977 (Fórmula 1)|GP do Brasil de 1977]]
}}
'''Ingo Otto Hoffmann''' ([[São Paulo (cidade)|São Paulo]], [[28 de fevereiro]] de [[1953]]) é um [[automobilismo|automobilista]] [[brasil]]eiro. Hoffmann competiu na [[Fórmula 1]] pela equipe [[Copersucar-Fittipaldi]] por 6 corridas só conseguindo largar em 3 delas e não pontuou. Ele é o maior campeão da história do [[Campeonato Brasileiro de Stock Car]], com doze títulos. Os doze títulos foram nos anos de 1980, 1985, 1989, 1990, 1991, 1992, 1993, 1994, 1996, 1997, 1998 e 2002, sendo também dono da maior número de títulos seguidos, num total 6. Correu na Stock Car desde seu início em 1979 e a temporada de 2008 foi a sua temporada de despedida. Com isso é um dos pilotos que mais temporadas participou da Stock Car (30 temporadas em 30 anos de Stock Car). Seu carro era em 2008 o de número 17, da equipe AMG, modelo Mistsubishi[[Mitsubishi Lancer]]. Foi campeão com os carros [[Chevrolet Opala|Opala]], [[Chevrolet Omega|Ômega]] e [[Chevrolet Vectra|Vectra]].
 
Em [[Temporada da Brasil GT3 Championship de 2008|2008]] ele disputou a [[Brasil GT3 Championship]], correndo no [[Lamborghini Gallardo]], junto com [[Paulo Bonifácio]]. A dupla terminou a competição na oitava posição, com 44 pontos, conseguindo uma vitória e cinco pódios.
Ao final do ano de 2008, após 30 anos na [[Stock Car]] e 12 títulos na categoria, Ingo Hoffmann se aposentou das corridas de automóveis, obtendo em sua última corrida na Stock Car o 3º lugar no GP de Interlagos, vencido pelo piloto [[Thiago Camilo]], e que consagrou como campeão da temporada o piloto [[Ricardo Maurício]] e como vice o paulista [[Marcos Gomes]]. Ingo recebeu diversas homenagens por todas as conquistas em sua carreira; numa das homenagens, recebeu de presente o Opala com o qual foi campeão pela primeira vez na Stock Car em 1980, totalmente reformado nos boxes de Interlagos no fim de semana de sua última corrida e sem que ele soubesse. A surpresa foi feita por seu então parceiro, o paranaense [[Lico Kaesemodel]], a quem ele tem como a um filho.
 
Apesar da aposentadoria como piloto, Ingo HoffmanHoffmann continua ligado ao automobilismo, trabalhando como chefe de uma equipe da Stock Car a partir de 2009.
 
== Resultados ==