Diferenças entre edições de "Os Sete Samurais"

Sem alteração do tamanho ,  17h38min de 12 de setembro de 2013
Analisando a situação trazida pelos agricultores, ele vê a necessidade de obter ajuda de pelo menos mais cinco samurais, além dele e de Katsushiro, que para ele não poderia participar da luta propriamente, por ser muito jovem. Kambei, com a ajuda de Katsushiro, passa então a procurar outros ronin, entre os que perambulam pela cidade, que aceitem o desafio de lutar pelos agricultores.
 
Eles conseguem a adesão de mais quatro samurais, cada um dotado de habilidades marciais e traços de personalidade diferentes. Como o tempo para a colheita da cevada estava chegando e portanto o tempo para a chegada dos bandidos à aldeia se aproximava, Kambei resolve partir com o grupo de apenas seis samurais. Um homem, que se fingia de samurai, Kikuchiyo (interpretado por Toshiro MifumeMifune) que tinha rejeitado por Kambei para a missão, quer se juntar a eles de qualquer maneira. Ele segue o grupo à distância, ignorando os protestos dos verdadeiros samurais, porque tem um forte desejo de lutar pelos agricultores.
 
Quando os samurai chegam à aldeia, os aldeões se escondem em suas casas com medo, procurando proteger suas filhas e eles mesmos desses guerreiros supostamente perigosos. Os samurais, sentido-se insultados por terem sido recebidos desta maneira, considerando que se ofereceram para defender a vila por quase nenhuma recompensa, buscam uma explicação com o ancião da aldeia. Este explica que os aldeões são medrosos e ignorantes e não sabem decidir o que é melhor para eles. De repente, o alarme que avisa contra a chegada de bandidos é tocado e os moradores saem de suas casas implorando que sejam defendidos pelos samurais recém-chegados, que acabaram de rejeitar. Acontece que era um alarme falso. Kikuchiyo, o falso samurai, que até este momento era rejeitado pelo grupo, foi quem deu o falso alarme. Em seguida, na praça da aldeia, ele mostra aos moradores, que em pânico, pedem ajuda aos samurais a incoerência implícita em sua péssima recepção. Com isso Kikuchiyo demonstra sua inteligência e capacidade de comunicação por detrás de seu comportamento rude e humorístico, e acaba ganhando a simpatia dos outros samurais e é incluído por eles no grupo. O seis samurais assim passam a ser ''Os Sete Samurais'', o nome do filme de Kurosawa.
Utilizador anónimo