Diferenças entre edições de "Huangdi"

509 bytes adicionados ,  22h56min de 15 de setembro de 2013
Melhorei o texto.
(observe que as fontes estão referidas no final da página e inseridas no corpo do texto embora fora do padrão wikipédia estabelecido depois do texto publicado)
(Melhorei o texto.)
{{Sem-notas|data=março de 2013}}
{{História da China}}
[[Ficheiro:Huangti.jpg|thumb|left|O Imperador Amarelo '''(黃帝''')]]
{{Commons|Category:Yellow Emperor}}
 
É'''Huang Di''' ou '''Huang-Ti'''<ref>BLOFELD, J. ''Taoísmo: o caminho para a imortalidade''. São Paulo. Editora Pensamento. p. 10.</ref> (黃帝) ([[pinyin]]: huángdì), conhecido como o '''Imperador Amarelo''', é um dos [[Três Augustos e os Cinco Imperadores|Cinco Imperadores]], reis lendários, sábios e moralmente perfeitos que teriam governado a [[China]] após o período de milênios regido pelos também lendários [[Três Augustos e os Cinco Imperadores|Três Augustos]] ou Três Soberanos. O Imperador Amarelo teria reinado de 2697 a.C. a 2597 a.C.<ref>BLOFELD, J. ''Taoísmo: o caminho para a imortalidade''. São Paulo. Editora Pensamento. p. 10.</ref>
'''Huang Di''' (黃帝) ([[pinyin]]: huángdì) é conhecido no [[ocidente]] como o '''Imperador Amarelo'''.
 
É um dos [[Três Augustos e os Cinco Imperadores|Cinco Imperadores]], reis lendários sábios e moralmente perfeitos que teriam governado a [[China]] após o período de milênios regido pelos também lendários [[Três Augustos e os Cinco Imperadores|Três Augustos]] ou Três Soberanos.
 
O Imperador Amarelo teria reinado de 2698 AC a 2599 AC.
É considerado o ancestral de todos os [[China|chineses]] da etnia [[Han]] e o introdutor do antigo [[calendário chinês]].
 
Conta a tradição que, desde criança, ''Huang Di'' era muito perspicaz, dotado duma inteligência fora do comum e capaz de estabelecer raciocínios avançados, além do normal para a sua idade, sobre os mais variados temas. Durante o seu reinado, Huang Di interessou-se especialmente pela [[saúde]] e pela condição humana, questionando os seus ministros-médicos sobre a tradição médica da época.
 
Durante o seu reinado ''Huang Di'' interessou-se especialmente pela [[saúde]] e pela condição humana, questionando os seus ministros-médicos sobre a tradição médica da época.
 
== O Clássico do Imperador Amarelo ==
 
Do registro das conversas entre ''Huang Di'' e seus ministros, surgiu a obra conhecida actualmente como ''Nei Jing'' (内經) ([[pinyin]]: Nèijīng) - "O Clássico do Imperador Amarelo"[http://zhenjiu.com.br/?page_id=640].
 
Esta obra é considerada um dos livros fundamentais da [[medicina tradicional chinesa]].
Divide-se em dois livros, de 81 capítulos cada um:
* O ''Su Wen'' - "Tratado de Medicina Interna"
* e o ''Ling Shu'' - "O PivotPivô Maravilhoso".
 
Além de uma concepção sobre a [[patologia]] humana, suas causas e tratamentos, contêmcontém prescrições sobre a vida e “adaptação”"adaptação" do ser humano de acordo com o sexo e faixas de idade, distinguindo diferentes ciclos: sazonais (5 estações), ciclos circadianos (''[[Yin/Yang na Medicina Tradicional Chinesa|Yin/Yang]]'') e ciclos infra e ultradianos (“a"a grande circulação da energia”energia" que obedece aos cinco elementos e o ciclo vital) que delimitam a relação dos órgãos internos com as fases do dia ou períodos comuns da vida humana envolvendo o [[nascimento]], [[maturação]] sexual e [[envelhecimento]].
 
Há muitas versões sobre a origem desses textos ideográficos. Alguns estudiosos da história da China acreditam que o Nei Jing tenha sido realmente escrito por um grupo de médicos do [[Período dos Reinos Combatentes]], (da [[dinastia Chou orientais]], 721-256 Aca.C.) (Horn; Sussman) , época associada à conquista do ferro e aos grandes clássicos da cultura chinesa que originaram o [[Taoismotaoismo]] (a partir do [[Tao Te King]] de [[Lao Tsé]]) e o [[Confucionismoconfucionismo]]. (Confúcio), osOs sábios da corte teriam feito uma síntese da tradição oral médica chinesa daquela época,. naturalmenteNaturalmente, face aos recursos da escrita artesanal e à instabilidade política da época, sofreuteria sofrido diferentes adaptações e versões.
 
Os primeiros papéis produzidos na [[China]] datam odo séc.século II de nossa era também, descobertos em antigo sítio arqueológico do período Han (estampados como tabuinhas que resultaram na invenção da xilografia ([VIII aCa.)C.] e tipografia entre 1380 e 1430). O primeiro texto de ampla divulgação encontrado é a [[Sutra do Diamante]] (''Jingangjijing''), o que se deve aà divulgação do [[Budismobudismo]]. A partir dos séc.séculos XII e XIII, ocorreram as primeiras grandes coleções de textos enciclopédicos. <ref>Gernet, J.</ref>.
 
A versão da [[dinastia Tang]] (618-906) é uma das mais conhecidas graças ao poder e riqueza dessa época,. contudoContudo, a versão mais antiga (clássica) corresponde à [[dinastia Han]]. O livroLivro do imperadorImperador amareloAmarelo, dana sua forma como é hojeatual, encontrou respaldo nos achados recuperados em 1973 do túmulo nº3 em Mawangdui Changsha, na [[província de Hunan]]<ref>WEIKANG, F. (Fu Weikang)</ref>.
 
Além do cânone básico, a fabricação do [[aço]] - imprescindível para compreensão e prática da acupuntura moderna - e potencial divulgação do papel são referências suficientes para associar a etnia Han ao desenvolvimento da acupuntura. As primeiras referências à fundição do ferro são anteriores à esta, correspondemcorrespondendo aà [[dinastia Chou]] (513 aCa.C.)., contudoContudo, nada impede ter ocorrido a prática da acupuntura com agulhas de bronze (2000 aCa.C.) ou mesmo pedra e ossos.
 
== Múltiplas possibilidades de interpretação ==
 
Na perspectiva da [[antropologia estrutural]], Oo Livro do Imperador Amarelo corresponde segundo [[Claude Levi-Strauss|LeviLévi-Strauss]] a um "documento bruto", o que equivale a uma [[etnografia,]] elaborada por representantes da própria etnia, segundo ele opinião da qual também partilhapartilham [[Émile Durkheim|Durkheim]] e [[Marcel Mauss|Mauss]].
 
A abordagem etnográfica traz, com ela, a dificuldade de comparar povos sem escrita vivendo organizações naturais de famílias, clãs e tribos ou nações com formações culturais complexas organizadas no tempo e espaço a partir da escrita em interação com a nossa civilização.
 
No caso da China, com cinco mil anos de história expressões come sociedades prépré–econômicas, – econômica ou proto-econômicasprotoeconômicas, pré - cientificas,científicas ou pré -industriais, dificilmente se aplicam a períodos anteriores àa formações imperiais, dado aoo volume do comércio e tecnologia que se registra desde 2000 aCa.C. , data em torno da qual se assinalaassinalam o fim do [[período neolítico]], as técnicas de cerâmica Longshan e Yang Shao e nos remetem aosos mitos que fundamentam a organização imperial dos cinco e três imperadores ancestrais.
 
O estudo da dinastia Han, por sua vez, nos remete à difícil distinção conceitual, na perspectiva antropológica entre etnias e dinastias ou à organização destas a partir das lutas internas pelo poder imperial. IdentificaIdentificam-se, hoje, na [[República Popular da China|China]], 56 Etniasetnias, 55 destas (com 60 milhões de pessoas) sob a sombra do poder da principal nacionalidade, segundo Haesbaert, o grupo Han que envolve 93% da população.
 
O estudioso da civilização chinesa Joseph Needham, da Universidade de Cambridge, participacompartilha da idéiaideia de que a medicina chinesa está embriônicamenteembrionicamente integrada ao nosso processo civilizatório. Identifica uma série de “coincidências”"coincidências" de período histórico e estrutura conceitual entre esta e a [[medicina hipocrática]], inclusive entre os textos (66 tratados) que compõem o ''[[Hipócrates|corpusCorpus hippocraticumHippocraticum]]'' (460 – 379 aCa.C.), destacando a concepção dual, a dinâmica dos cinco elementos e, a relação [[microcosmo ]][[macrocosmo]] macrocosmose, em especial, a relação entre saúde e meio ambiente.
 
== Edições atuais do Livro do Imperador Amarelo ==
 
WangWANG, Bing. ''Princípios de Medicina Interna do Imperador Amarelo'' (Dinastia Tang – Edição bilíngue). SP,São EdPaulo. Editora Ícone,. 2001.
 
Nei Ching, O livro de ouro da medicina chinesa, RJ, objetiva. reedição da primeira tradução para língua portuguesa publicado por Editora Minerva, PT, 1940
 
''Nei Ching,: Oo livro de ouro da medicina chinesa,''. RJ,Rio objetivade Janeiro. Editora Objetiva. reedição da primeira tradução para língua portuguesa publicado por Editora Minerva, PT, 1940.
Ling – Shu, Base da acupuntura da medicina tradicional chinesa. Tradução e comentários de Ming Wong. SP, Andrei, 1995
 
Ling – Shu,. ''Base da acupuntura da medicina tradicional chinesa''. Tradução e comentários de Ming Wong. SP,São Paulo. Andrei,. 1995.
Chuncai, Zhou Clássico de Medicina do Imperador Amarelo, Tratado sobre a saúde e vida longa. SP, Editora Roca, 1999 – Edição adaptada à charges ilustradas c/ desenhos de Chuncai, Zhou ET AL.
 
ChuncaiCHUNCAI, ZhouZ. ''Clássico de Medicina do Imperador Amarelo,: Tratadotratado sobre a saúde e vida longa''. SP,São Paulo. Editora Roca,. 1999. Edição adaptada àa charges ilustradas c/com desenhos de Chuncai, Zhou ET''et ALal''.
'''Bibliografia auxiliar'''
 
'''==Bibliografia auxiliar'''==
Haesbaert, Rogério. China entre o ocidente e o oriente. SP, Ática, 1994
 
HaesbaertHAESBAERT, RogérioR. ''China entre o ocidente e o oriente''. SP,São Paulo. Ática,. 1994.
Horn, J.S. Medicina para Milhões. RJ, Ed Civilização Brasileira, 1979
 
HornHORN, J.S. ''Medicina para Milhões''. RJ,Rio Edde Janeiro. Editora Civilização Brasileira,. 1979.
Levi-Strauss, Claude A Noção de Estrutura em Etnologia. São Paulo Abril-Cultura (Os Pensadores vol 50-1a Ed) 1976 a
 
LeviLÉVI-StraussSTRAUSS, ClaudeC. ''A Noção de Estrutura em Etnologia''. São Paulo. Abril-Cultura. (Os Pensadores volvolume 50-. 1a Ed)Edição. 1976 a.
Needham, Joseph Gwei – Djen, Lu. Science and Civilisation in China, v. 6 Biology and Biological Technology, Part VI Medicine. UK, Cambridge University Press, 2000
 
NeedhamNEEDHAM, JosephJ. GweiG.DjenDJEN, LuL. ''Science and Civilisation in China,''. v. 6 Biology and Biological Technology, Part VI Medicine. UK, Cambridge University Press, 2000.
Nan-Ching, o clássico das dificuldades, tradução e notas de Unschuld, Paul U.SP, Roca, 2003
 
''Nan-Ching, o clássico das dificuldades,''. traduçãoTradução e notas de Unschuld, Paul U.SP, São Paulo. Roca,. 2003.
Prieto, Heloisa / Blaise, Paulo. O Imperador Amarelo, (adaptação infanto juvenil) (2006), SP, Moderna Editora, 2006
 
PrietoPRIETO, HeloisaH. / BlaiseBLAISE, PauloP. ''O Imperador Amarelo,''. (adaptaçãoAdaptação infanto -juvenil). (2006),. SP,São Paulo. Moderna Editora,. 2006.
Sussman, David J. O que é a acupuntura. SP Record, 1972
 
SussmanSUSSMAN, DavidD. J. ''O que é a acupuntura''. SPSão Paulo. Record,. 1972
Weikang, Fu. Acupuntura y moxibustion - bosquejo histórico. Ediciones em lenguas extranjeras, Beijing, China, 1983
 
WeikangWEIKANG, FuF. ''Acupuntura y moxibustion - bosquejo histórico''. Ediciones em lenguas extranjeras,. Beijing, China,. 1983.
{{ref-section}}
== {{Ver também}} ==
* [[China]]
* [[República Popular da China]]
* [[Yin/Yang na Medicina Tradicional Chinesa|''Yin/yang'' na medicina tradicional chinesa]]
* [[Medicina Tradicional Chinesa]]
* [[História da acupuntura]]
* [[Acupuntura]]
* [[Shennong|Cheng Nong]] 2953 aCa.C.
* [[Três Augustos e os Cinco Imperadores]]
 
== {{Ligações externas}} ==
* [http://www.ahau.org/extratos_huangdi.0.html '''Extratos do Livro Interno de Huangdi''']
* [http://www.chinapage.com/big5/science/hw2.htm '''Online Neijing Suwen text in traditional characters''' (Big5 encoding). No details about text given, contains no notes or commentary.]
* [http://zhenjiu.com.br/textos-classicos/ '''O Livro de Acupuntura do Imperador Amarelo'''] Jan 2011
* Veith Ilza (Translate and comments) '''The Yellow Emperor's Classic of Internal Medicine.''' [http://books.google.com.br/books?id=qIfTD68k53gC&printsec=frontcover&dq=ilza+veith&hl=pt-br&ei=YlcfTfnFOsL78Ab80qW6Dg&sa=X&oi=book_result&ct=result&resnum=1&ved=0CCIQ6AEwAA#v=onepage&q&f=false Google Books (1)], [http://books.google.com.br/books?id=Xx4veueA5lIC&printsec=frontcover&hl=pt-br&source=gbs_ge_summary_r&cad=0#v=onepage&q&f=false Google Books (2)], Jan 2011
* [http://www.biblio.nhat-nam.ru/LSv2_IV_V.pdf '''Nguyen Van Nghi - LINGSHU'''], Set. 2011
* '''Su Wen - Huangdi Neijing''' [http://www.wdl.org/pt/item/3044/ FacsimileFacsímile de uma edição original: 黄帝内经素问] Biblioteca Digital, Mundial Maio de 2011