Abrir menu principal

Alterações

3 bytes removidos ,  04h32min de 23 de setembro de 2013
sem resumo de edição
A postura editorial original da ''Wired'' foi inspirada pelas idéias do teórico da mídia [[Canadá|canadense]] [[Marshall McLuhan]], creditado como o "[[orago|santo-padroeiro]]" da revista nos primeiros [[colofão|colofões]]. Ao longo dos anos, a ''Wired'' tem despertado tanto admiração quanto antipatia por conta de seus princípios fortemente [[libertarianismo|libertários]], sua defesa entusiástica de [[tecnologia|tecno]][[utopia|-utopias]] e seu ''layout'' por vezes experimental, com o uso de tintas [[fluorescente]]s e metálicas.
 
Entre [[1998]] e [[2006]], a ''Wired'' e a ''Wired News'' (publicada no Wired.com) tiveram donos diferentes. Todavia, em todo esse período, a ''Wired News'' continuou responsável pela republicação ''online'' do conteúdo da revista ''Wired'' devido a um acordo comercial feito quando a Condé Nast comprou a revista (mas não o [[site]]). Em julho de 2006, a Condé Nast anunciou a compra do ''Wired News'' por [[dólar|US$]] 25 milhões, reunificando aas revistaduas e o sitemídias.
 
== Bibliografia ==
105

edições