Abner: diferenças entre revisões

1 057 bytes removidos ,  9 de outubro de 2013
retirar cópias de http://wol.jw.org/pt/wol/d/r5/lp-t/1200000057#h=0:0-10:258
(Edição de texto conforme regras da Wikipédia)
(retirar cópias de http://wol.jw.org/pt/wol/d/r5/lp-t/1200000057#h=0:0-10:258)
{{reciclar|data=2007}}
'''Abner'''<ref group="Nota">Nome hebraico que traduzido significa "Pai é uma lâmpada".</ref> era filho de [[Ner]], da tribo israelita de [[Benjamim]]. O historiador judeu, [[Josefo]], fala de Abner como sendo primo do rei [[Saul]], e dos pais deles, Ner e [[Quis]], como sendo irmãos.<ref>''Jewish Antiquities'' (Antiguidades Judaicas), VI, 129, 130 (vi, 6).</ref>. No entanto, no relato [[Bíblia|bíblico]] em {{citar bíblia|livro=I Crônicas|capítulo=8|verso=33}} e {{citar bíblia|livro=I Crônicas|capítulo=9|verso=39}} parece indicar Quis como filho de Ner, e, por isso, irmão de Abner. Isto tornaria Abner o tio de Saul.
No [[II Samuel|Segundo Livro de Samuel]], '''Abner''' era primo do rei [[Saul (rei)|Saul]] e foi comandante de seu exército (1 Samuel 14.50). Seu pai, Ner e o pai de Saul, Quis, eram filhos de [[Abiel]] e eram da [[tribo de Benjamim]].
 
==HistóriaBiografia==
Abner monta guarda ao redor de Saul. Entretanto, [[David|Davi]] consegue furar o bloqueio enquanto os homens dormiam, pegar a lança e a bilha de água que estavam à cabeceira do rei Saul. Davi, depois, provoca a Abner, dizendo que era condenável, por não ter guardado devidamente o rei Saul (1 Samuel 26).
 
Após a morte de Saul, Abner liderou o exército a favor de [[Isboset|Isbosete]], filho de Saul (2 Samuel 2.8-10), tentando confirmá-lo no trono (2 Samuel 2.9), enquanto a [[tribo de Judá]] permanecia fiel a Davi.
Abner serviu como chefe do [[exército]] de Saul, e suas tropas chegavam a ter mais de 200.000 homens.<ref>{{citar bíblia|livro=I Samuel|capítulo=15|verso=4}}</ref> Tinha uma posição privilegiada junto ao rei.<ref>{{citar bíblia|livro=I Samuel|capítulo=20|verso=25}}</ref>
 
Foi derrotado em batalha contra o exército de Davi (1 Samuel 2.17).
Depois da morte de Saul às mãos dos [[filisteus]], Abner retirou-se, levando consigo [[Is-Bosete]], filho de Saul. Embora [[Davi]] tivesse sido proclamado rei em [[Hébron]], pela tribo de [[Judá]], Abner estabeleceu Is-Bosete como rei rival em [[Maanaim]]. Abner era, claramente, o poder por trás do trono, e, com o tempo, obteve o apoio de todas as tribos a favor de Is-Bosete, exceto o de Judá.<ref>{{citar bíblia|livro=II Samuel|capítulo=2|verso=8-10}}</ref> Mas sua ideias não prevaleceram e a sua derrocada era iminente.
 
[[Asael]], irmão de [[Joabe]], empreendeu perseguição a Abner, que tentou evitar o combate. Entretanto, diante de sua insistência, feriu Asael com a lança e o matou (2 Samuel 2.23).
Quando repreendido por Is-Bosete, por ter tido relações sexuais com uma das concubinas de Saul (ato somente permitido ao herdeiro do falecido rei), Abner iradamente anunciou que se bandeava para o lado de Davi.<ref>{{citar bíblia|livro=II Samuel|capítulo=3|verso=6-11}}</ref> Ele fez propostas de paz a Davi, satisfazendo a exigência de Davi, de devolver-lhe sua esposa [[Mical]], Abner dirigiu-se então em particular aos chefes das onze tribos apartadas de Judá, para consolidar o favor deles para com Davi.<ref>{{citar bíblia|livro=II Samuel|capítulo=3|verso=12-19}}</ref> No entanto [[Joabe]], depois de denunciar Abner como espião conspirante, o matou.<ref>{{citar bíblia|livro=II Samuel|capítulo=3|verso=20-27}}</ref>
 
Isbosete, apesar da fidelidade de Abner, acusa-o de ter tomado para si uma concubina de Saul, chamada [[Rispa]], filha de [[Aiá]]. Abner toma o fato como insulto e decide unir-se a Davi na unificação do reino, enviando mensageiros a Davi.
Com Abner morto, o apoio a Is-Bosete ruiu por terra e Is-Bosete logo foi assassinado por traidores.<ref>{{citar bíblia|livro=II Samuel|capítulo=4|verso=1-3, 5-12}}</ref>
 
Davi faz aliança com Abner, exigindo o resgate de sua esposa [[Mical]], filha de Saul, que havia sido dada em casamento a [[Paltiel]].
Segundo a Bíblia Abner teve um filho, [[Jaasiel]], que era um líder na tribo de Benjamim durante o reinado de Davi.<ref>{{citar bíblia|livro=I Crônicas|capítulo=27|verso=21}}</ref>
 
Abner junta todo o Israel e o submete a Davi (2 Samuel 3.21).
==Bibliografia==
 
Foi assassinado por Joabe, comandante do exército de Davi, por vingança e desconfiança quanto à lealdade a Davi (2 Samuel 3.27).
* [[Bíblia]];
* [[Estudo Perspicaz das Escrituras]], volume 1, páginas 18, 25 e 26;
* [[A Sentinela]], 15 de agosto de 1978, página 31.
 
Sua morte foi lamentada por Davi (2 Samuel 3.28-39).
{{Notas e referências}}
 
[[Categoria:Personagens do Antigo Testamento]]
144 062

edições