Abrir menu principal

Alterações

4 bytes removidos ,  05h16min de 2 de novembro de 2013
sem resumo de edição
A [[Capela da Ascensão]] em [[Jerusalém]] é hoje um local sagrado para cristãos e [[muçulmanos]] e acredita-se que ela marque o local de onde Jesus ascendeu para o céu. Na pequena igreja/mesquita circular está uma pedra com uma marca que alguns acreditam tratar-se das pegadas de Jesus<ref name="Chapel" />.
 
Por volta de 390, uma rica [[Império Romano|romana]] financiou a construção da igreja original, chamada de "[[Eleona Basilica]]" ({{lang-el|''elaion'' }} - "jardim de oliveiras"; de ''elaia'' - "oliveira"; termo que tem uma similaridade muito citada com ''eleos'' - "misericórdia"). Esta igreja foi destruída pelos [[persas sassânidas]] em 614 (vide [[cerco de Jerusalém (614)]]). Ela foi reconstruída, destruída e novamente reconstruída pelos [[cruzados]]. Esta igreja foi posteriormente destruída pelos muçulmanos, deixando apenas uma estrutura octogonal de 12 x 12 metros (chamada de ''[[MartyriumMartírio (arquitetura)|Martyriummartírio]]'' — "memorial" ou "[[:wikt:edícula|edícula]]"), que ainda existe<ref>"The Chapel of Ascension." Web: 4 April 2010. <http://www.mtolives.com/sites/chapel-of-the-ascension.html Chapel of the Ascension></ref>. O local foi finalmente adquirido por dois emissários de [[Saladino]] em 1198 e desde então é propriedade do ''[[waqf]]'' de Jerusalém. A [[Igreja Ortodoxa Russa]] também mantém o [[Convento da Ascensão]] no alto do monte das Oliveiras.
 
== Teologia cristã ==