Diferenças entre edições de "Número cardinal"

8 bytes removidos ,  03h29min de 3 de novembro de 2013
Ajustes
m (-{{DEFAULTSORT:Numero Cardinal}} supérfluo)
(Ajustes)
Note-se que as definições acima são consistentes com as operações binárias usuais para números naturais, exceto <math>0^0</math> que não está definido para números naturais, mas, para cardinais, é igual a um.
 
== Bibliografia ==
* {{citar livro
|autor = DRAKE, Frank R
|título = Set theory: An introduction to large cardinals
|ref = drake1974settheorylargecardinals
}}
* {{citar livro
|autor = HRBACEK, Karen
|coautor = JECH, Thomas
|ref = hrbacekjech1999introduction
}}
* {{citar livro
| ref = jech2006set
| título = Set theory
| autor = JECH, Thomas
| edição = 3a.
| ano = 2006
| editora = Springer
| local = BerlinBerlim
| idioma = inglês
| isbn = 3-540-44085-2
}}
* {{citar livro
|autor = LEVY, Azriel
|título = Basic set theory
|ref = levy2002basicsettheory
}}
* {{citar livro
| ref = kunen1980independence
| título = Set theory: an introduction to independence proofs
| autor = KUNEN, Kenneth
| ano = 1980
| editora = Elsevier
| local = Amsterdam
| idioma = inglês
| isbn = 0-444-86839-9
}}
 
{{Referências}}
 
 
{{Números}}
{{Teoria dos conjuntos}}
{{Portal3|Matemática}}
 
{{esboçoEsboço-matemática}}[[Categoria:Números]]
 
[[Categoria:Números]]
[[Categoria:Cardinalidade]]