Diferenças entre edições de "Financiadora de Estudos e Projetos"

14 bytes removidos ,  17h15min de 7 de novembro de 2013
A FINEP foi criada em [[24 de julho]] de [[1967]], para institucionalizar o Fundo de Financiamento de Estudos de Projetos e Programas, criado no ano de [[1965]]. Posteriormente, a FINEP substituiu e ampliou o papel até então exercido pelo [[Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social]] e seu Fundo de Desenvolvimento Técnico-Científico com a finalidade de financiar a implantação de programas de pós-graduação nas universidades brasileiras.
 
== Financiamentos ==
 
Existem duas formas de financiamentos disponíveis, são eles: financiamentos reembolsáveis e não-reembolsáveis, que abrangem diversas áreas de desenvolvimento científico e tecnológico. Pesquisas básicas ou aplicadas, inovações e desenvolvimento de produtos, serviços e processos, entre outros projetos como implantação de parques tecnológicos e inovações em empresas já estabelecidas, encontros, seminários, congressos e feiras tecnológicas. (veja mais no site da FINEP)<ref>[www.finep.gov.br]</ref>
Quem pode ser apoiado pela FINEP?
 
 
Existem duas formas de financiamentos disponíveis, são eles: financiamentos reembolsáveis e não-reembolsáveis, que abrangem diversas áreas de desenvolvimento científico e tecnológico. Pesquisas básicas ou aplicadas, inovações e desenvolvimento de produtos, serviços e processos, entre outros projetos como implantação de parques tecnológicos e inovações em empresas já estabelecidas, encontros, seminários, congressos e feiras tecnológicas. (veja mais no site da FINEP)
 
A FINEP também atua de forma cada vez mais intensa no apoio a empresas de base tecnológica. Desde 2000 desenvolve o Projeto Inovar, que envolve amplo, estruturado e transparente conjunto de ações de estímulo a novas empresas, por meio de um leque de instrumentos, incluindo o aporte de capital de risco, indiretamente via fundos de capital de risco.