Diferenças entre edições de "Datação por radiocarbono"

199 bytes adicionados ,  11h45min de 9 de novembro de 2013
(calibração)
 
As curvas de [[calibração]] podem divergir significativamente de uma linha reta , a correspondência linear das datas de radiocarbono não calibrados (por exemplo , traçadas num gráfico ou subtrair datas para dar tempo decorrido) é susceptível de dar resultados enganosos . Existem divergências carateristicas nas curvas, como por exemplo o periodo de 11.000 a 10.000 anos de radiocarbono AP, que se acredita estar associada com a mudança de circulação do mar durante o período Dryas recente . Ao longo do período histórico (de 0 a 10.000 anos AP ), a largura média da incerteza de datas calibradas foi estimada em 335 anos - em regiões bem comportados da curva de calibração a largura de incerteza diminuída para cerca de 113 anos, enquanto que em regiões mal defindas aumentou para um máximo de 801 anos. Significativamente, nas regiões mal comportados da curva de calibração , aumentar a precisão das medições não tem um efeito significativo no aumento da exactidão das datas. <ref>Estes resultados foram obtidos a partir de uma análise Monte Carlo calibração medições de diversos simulados precisão usando a versão 1993 da curva de calibração. A largura da incerteza representa um 2σ incerteza (ou seja, uma probabilidade de 95% de que a data será exibida entre esses limites). {{cite journal |last=Niklaus |first=T. R. |last2=Bonani |first2=G. |last3=Suter |first3=M. |last4=Wölfli |first4=W. |title=Systematic investigation of uncertainties in radiocarbon dating due to fluctuations in the calibration curve |journal=Nuclear Instruments and Methods in Physics Research |volume=92 |year=1994 |pages=194–200 |doi= 10.1016/0168-583X(94)96004-6 |edition=B|bibcode = 1994NIMPB..92..194N }}</ref>
[[Imagem:Taxus wood.jpg|300px|thumb|right|Corte transversal de um tronco de [[Taxus baccata|teixo]], onde pudemos ver 27 anéis de crescimento, o cerno (parte escura) e o [[alburno]] (parte clara).]]
 
A versão 2004 da curva de calibração se estende para trás com bastante precisão a 26.000 anos AP . Qualquer erro na curva de calibração não contribuem mais do que ± 16 anos para o erro de medição durante os períodos pré-históricos e históricos tarde ( 0-6,000 anos AP ) e não mais do que ± 163 anos ao longo de todo 26.000 anos da curva , embora a sua forma pode reduzir a precisão , como mencionado acima. <ref>{{cite journal |last=Reimer |first=Paula J |author2=''et al.'' |year=2004 |title=INTCAL04 Terrestrial Radiocarbon Age Calibration, 0–26 Cal Kyr BP |journal=Radiocarbon |volume=46 |issue=3 |pages=1029–1058 |url=http://digitalcommons.library.arizona.edu/objectviewer?o=http://radiocarbon.library.arizona.edu/Volume46/Number3/azu_radiocarbon_v46_n3_1029_1058_v.pdf
}} A web interface is [http://calib.qub.ac.uk/calib/calib.html here].</ref>
1 096

edições