Diferenças entre edições de "Jangada"

539 bytes removidos ,  20h27min de 20 de novembro de 2013
Desfeita a edição 37436453 de 189.27.15.43
Etiqueta: Possível conteúdo ofensivo
(Desfeita a edição 37436453 de 189.27.15.43)
[[Ficheiro:Jangada-Tibau.jpg|right|thumb|250px|Jangada em [[Tibau]] no [[Rio Grande do Norte]].]]
[[Ficheiro:Jangada DETAIL-kl.jpg|thumb|250px|Jangada tradicional, modelo físico (miniatura)]]
'''Jangada''' refere-se, entre outros significados, a uma [[embarcação]] de [[madeira]] podendo ou não, ter uma vela (náutica)é utilizada em todo o [[Brasil]], sendo utilizada por [[pesca]]dores artesanais de forma geral em todo o litoral do Brasil, fendo características próprias a que é utilizada nas praias da [[Região Nordeste do Brasil]], que é construída com madeira própria da região caracterizada por ser macia e de alta capacidade para flutuar e leve para o transporte, chamado de "pau - maçã", essa madeira é excelente para a construção naval pois também é flexível.
 
A forma da jangada incorpora uma série de interessantes avanços da ciência artesanal [[Neolítico|neolítica]] - que realizava experimentos diretos, nos materiais e a partir dos fenômenos presenciados, em "projetos de pesquisa" totalmente guardados na memória dos artesãos.
 
O conhecimento da construção dessa família de embarcações artesanais está em extinção: embora ainda haja colônias de pescadores remanescentes das primeiras comunidades que ocuparam o litoral brasileiro (sobretudo no litoral do Estado do Ceará e do Rio Grande do Norte), praticamente não se constrói mais a jangada tradicional, com troncos de madeira de flutuação, as jangadas de troncos. As atuais jangadas são feitas em pranchas de madeira industrializada ou utilizando instrumentos de corte mecanizado - as jangadas de tábuas.
 
== BIBLIOGRAFIA ==
* EIFLER, Edgar Gustavo Arquitetura Naval Editora do Globo em Porto Alegre, 1940.
 
{{commons|Jangada}}
13 422

edições