Diferenças entre edições de "Bandeira 2"

96 bytes adicionados ,  13h59min de 25 de novembro de 2013
sem resumo de edição
Um retrato do [[submundo]] dos chefões do [[jogo do bicho]] no [[Rio de Janeiro (cidade)|Rio de Janeiro]], a difícil e constante luta pela sobrevivência nas zonas mais pobres da cidade, e da busca por realizações profissionais.
 
Artur do Amor Divino, o Tucão, é o bicheiro que controla a região do [[bairro]] de [[Ramos]], na [[Zona Norte (Rio de Janeiro)|zona norte]] da [[cidade]], pela qual disputa com Jovelino Sabonete. Para piorar, a rivalidade, Taís, filha de Tucão, Taís, e oMárcio, filho de Jovelino, Márcio,ficam iniciamapaixonados um namoro.pelo Masoutro, entree precisam enfrentar a oposição de seus pais, para ficarem juntos. Entre a disputabriga dos dois bicheiros, está Noeli, que está divorciada do [[marido]] Tavinho, eque trabalha como [[taxista]] e [[porta-bandeira]] na [[escola de samba]] de Tucão, [[Imperatriz Leopoldinense]].
 
Contou também a história do [[Introspecção|introspectivo]] Zelito, o filho de Tucão; do [[jogador de futebol]] Mingo; dos [[Nordestino|retirantes nordestinos]] Severino, Santa e Licinha, que invadem a [[garagem]] do [[prédio]] onde Noeli morava; e das ousadas [[fantasia]]s [[sexo|sexuais]] do Comandante Apolinário e sua mulher Zulmira.
{{curiosidades}}
*''Bandeira 2'' trouxe um dos maiores tipos da teledramaturgia: o bicheiro Tucão, que transformou Paulo Gracindo em grande astro da televisão. O personagem tinha sido oferecido pelo autor a [[Sérgio Cardoso]], que não acreditou no tipo e recusou. Dias, então, chamou aquele em quem desde o início tinha pensado, Gracindo, que aceitou o papel. Sérgio, arrependeria-se e ainda voltaria atrás, mas Dias declinou. "Acho que Sérgio morreu sem me perdoar", diz Dias Gomes em sua [[autobiografia]] ''Apenas um Subversivo''.
*Já em sua autobiografia ''Antes que me esqueçam'', de [[1988]], [[Daniel Filho]] afirma que foi ele quem pensou em Paulo Gracindo para o personagem, lembrando de seu desempenho num papel similar no filme ''[[A falecidaFalecida]]''.
*A atriz Marília Pêra, que vinha de grande sucesso como a secretária Shirley em ''[[O Cafona (telenovela)|O Cafona]]'', a atração anterior do horário, foi escalada como estrela de Bandeira 2, mas sua personagem, a taxista Noeli, fora suplantada pelo bicheiro Tucão. Aborrecida com o incidente, Marília chegou inclusive a pedir para deixar o elenco da novela, não sendo atendida. Ainda que a novela seja uma das mais importantes, a atriz não gosta de Noeli até hoje.
*A [[trilha sonora]] nacional da novela foi relançada em [[CD]] pela gravadora [[Som Livre]] em [[2001]], junto com outras dezenove trilhas, todas nacionais.
 
Utilizador anónimo