Skeleton: diferenças entre revisões

2 343 bytes adicionados ,  00h12min de 5 de dezembro de 2013
+acidentes e lesões
(reforma completa)
(+acidentes e lesões)
 
Na história do esporte em Jogos Olímpicos, nenhum atleta conseguiu vencer mais de uma edição. Os únicos a conseguirem mais de uma medalha olímpica são o estadunidense [[John Heaton]] (duas pratas em 1928 e 1948) e o suíço [[Gregor Stähli]] (dois bronzes em 2002 e 2006). O letão [[Martins Dukurs]], prata em Vancouver 2010, terminou a temporada 2012-13 na liderança do ranking da FIBT, seguido pelo russo [[Alexander Tretjyakov]] e por [[Tomass Dukurs]], irmão de Martins. Entre as mulheres, a alemã [[Marion Thees]] foi a líder da temporada 2012-13, enquanto a britânica [[Amy Williams]] é a atual campeã olímpica.<ref>{{citar web|url=http://www.fibt.com/races-results/results/rankings.html|titulo=Rankings|autor=FIBT|acessodata=1 de dezembro de 2013|língua=inglês}}</ref>
 
== Acidentes e lesões ==
 
Por ser um esporte de grandes velocidades em que os pilotos não têm como frear o equipamento, o skeleton é uma modalidade de alto risco, e já provocou acidentes, inclusive um fatal, em circunstâncias inusitadas. Em 2001, durante um treinamento na pista de [[Riga]], [[Letônia]], o atleta reserva da equipe de bobsleigh do país Girts Ostenieks fazia uma descida de skeleton quando foi atingido pela lâmina do trenó da equipe russa, que estava estacionado em um local errado e escorregou para dentro da pista segundos antes de Ostenieks passar. A lâmina perfurou seu [[crânio]] e ele morreu instantaneamente.<ref>{{citar web|url=http://www.cbc.ca/sports/olympic-skeleton-rider-killed-in-freak-training-accident-1.260875|titulo=Olympic skeleton rider killed in freak training accident|autor=CBC|acessodata=4 de dezembro de 2013|língua=inglês}}</ref>
 
Outro acidente grave, também envolvendo um trenó de bobsleigh, ocorreu em 2005 na pista de [[Calgary]], [[Canadá]]. A estadunidense Noelle Pikus Pace teve sua perna esmagada pelo trenó da equipe americana, que era manobrado por pilotos inexperientes e invadiu a área de desaceleração, onde estavam quatro atletas (os outros três sofreram lesões menos graves).<ref>{{citar web|url=http://www.ksl.com/?nid=148&sid=120135|titulo=America's #1 Skeleton Racer Injured in Accident|autor=KSL|acessodata=4 de dezembro de 2013|língua=inglês}}</ref> Pikus Pace voltou a competir na temporada seguinte e conseguiu o título do [[Campeonato Mundial da FIBT]] em 2007.<ref>{{citar web|url=http://www.teamusa.org/Athletes/PI/Noelle-PikusPace|titulo=Noelle Pikus-Pace|autor=Team USA|acessodata=4 de dezembro de 2013|língua=inglês}}</ref>
 
Apesar de não ser diretamente relacionado a acidentes, um tipo bastante comum de lesão no skeleton é a [[Concussão (medicina)|concussão cerebral]]. Embora não haja comprovação científica, acredita-se que esse tipo de lesão é provocado pela intensa [[gravidade|força G]] a que os pilotos são expostos pela grande velocidade e pelas diversas mudanças de direção das curvas.<ref>{{citar web|url=http://globalnews.ca/news/880588/skeleton-team-caps-training-runs-to-save-heads/|titulo=Skeleton team caps training runs to save heads|autor=Global News|acessodata=4 de dezembro de 2013|língua=inglês}}</ref>
 
{{referências|col=2}}
39 242

edições