Abrir menu principal

Alterações

2 bytes removidos ,  22h18min de 7 de dezembro de 2013
== Acidentes e lesões ==
 
Por ser um esporte de grandes velocidades em que os pilotos não têm como frear o equipamento, o skeleton é uma modalidade de alto risco, e já provocou acidentes, inclusive um fatal. Em 2001, durante um treinamento na pista de [[Riga]], na [[Letônia]], oGirts Ostenieks, atleta reserva da equipe de bobsleigh do país, Girts Ostenieks, fazia uma descida de skeleton quando foi atingido pela lâmina do trenó da equipe russa, que estava parado em um local errado e escorregou para dentro da pista segundos antes de Ostenieks passar. A lâmina perfurou seu [[crânio]] e ele morreu instantaneamente.<ref>{{citar web|url=http://www.cbc.ca/sports/olympic-skeleton-rider-killed-in-freak-training-accident-1.260875|titulo=Olympic skeleton rider killed in freak training accident|autor=CBC|acessodata=4 de dezembro de 2013|língua=inglês}}</ref>
 
Outro acidente grave, também envolvendo um trenó de bobsleigh, ocorreu em 2005 na pista de [[Calgary]], [[Canadá]]. A estadunidense Noelle Pikus Pace teve sua perna esmagada pelo trenó da equipe americana, que era manobrado por pilotos inexperientes e invadiu a área de desaceleração, onde estavam quatro atletas (os outros três sofreram lesões menos graves).<ref>{{citar web|url=http://www.ksl.com/?nid=148&sid=120135|titulo=America's #1 Skeleton Racer Injured in Accident|autor=KSL|acessodata=4 de dezembro de 2013|língua=inglês}}</ref> Pikus Pace voltou a competir na temporada seguinte e conseguiu o título do [[Campeonato Mundial da FIBT]] em 2007.<ref>{{citar web|url=http://www.teamusa.org/Athletes/PI/Noelle-PikusPace|titulo=Noelle Pikus-Pace|autor=Team USA|acessodata=4 de dezembro de 2013|língua=inglês}}</ref>
39 242

edições