Diferenças entre edições de "Espingarda"

825 bytes adicionados ,  09h05min de 5 de janeiro de 2014
m ({{em manutenção}}: poucas fontes para muito texto)
[[Ficheiro:Remington M870 12 Gauge.jpg|thumb|right|350px|Espingarda de bomba Remington]]
Uma '''espingarda''' é uma [[arma de fogo]] portátil de cano longo. Tornou-se a principal arma pessoal dos [[exército]]s, desde o final do [[século XVII]], altura em que a espingarda de pederneira substituiu o [[mosquete]]. A [[baioneta]] que era costume afixar-lhe para a luta corpo a corpo tornou-se operacionalmente praticamente obsoleta.
 
== História ==
 
As primeiras espingardas surgiram no início do século XVII, as de dois canos apareceram em 1873, enquanto que a primeira espingarda moderna de repetição, desprovida de martelo, foi fabricada em 1904<ref name="hsw">[http://ciencia.hsw.uol.com.br/espingardas.htm Como funcionam as espingardas], acesso em 05 de janeiro de 2014.</ref>.
 
== Distinção entre espingardas e outras armas longas ==
 
Assim, em Portugal, popularmente é utilizado o termo espingarda como designação genérica de todas as armas longas. No entanto, atualmente, legalmente apenas são classificadas como "espingardas" as armas longas de cano de alma lisa, sendo as de alma raiada classificadas como "[[carabina]]s". Assim, as outras designações populares de armas longas, tais como "[[caçadeira]]", "[[shotgun]]" e "[[doze]]", não têm significado formal, devendo estas armas ser classificadas todas como "espingarda", por terem os canos de alma lisa.
 
Portanto, as espingardas com um único tiro disparam diversos projéteis que se espalham por uma área maior, diferentemente dos fuzis, cujo tiro atinge um único ponto<ref name="hsw"/> <ref>[http://www.mpce.mp.br/orgaos/CAOCRIM/pcriminal/apostilabalisticaforense-MPSC.pdf ARMAS DE FOGO], acesso em 05 de janeiro de 2014.</ref> <ref>[http://www.defesa.org/canos-raiados-e-canos-de-alma-lisa/ Canos raiados e canos de alma lisa], acesso em 05 de janeiro de 2014.</ref>.
 
O [[Exército Português]], no entanto, costuma fazer uma divisão entre "espingardas" e "carabinas", não pelo raiamento do cano, mas sim pelo tamanho da arma. Assim, tradicionalmente são consideradas "espingardas" as armas longas normais de infantaria e "carabinas" versões especiais mais curtas. Como exemplo, a actual arma padrão da infantaria portuguesa, a [[Heckler & Koch G3]], apesar de ser raiada, é classificada como "[[espingarda automática]]" e não como "carabina automática".
32 971

edições