Abrir menu principal

Alterações

2 bytes adicionados ,  17h25min de 16 de janeiro de 2014
m
sem resumo de edição
* Alocação Dinâmica: Decisão é adiada até a execução. (Permite Swapping)
 
Os objetos alocados dinamicamente podem ser criados e liberados a qualquer momento, em qualquer ordem, o que difere dos objetos locais das funções, que são criados e destruídos em uma ordem específica. Dado isto, é preciso organizar a memória para objetos dinâmicos de uma forma que possibilite o gerenciamento do tempo de vida dos objetos por parte do programador. A memória reservada para objetos dinâmica costuma ser chamada de heap, existem várias formas de organizar um heap. Em linguagens sem gerenciamento automático (linguagem C), da memória dinâmica, uma organização usual do heap é uma lista encadeada de blocos livres, porém este tipo de organização pode ter problemas devido à fragmentação dos blocos. Já em linguagens com gerenciamento automático de memória dinâmica (Java), a organização do heap depende da parte do sistema de tempo de execução encarregada deste gerenciamento. Este componente é normalmente chamado de [[Coletor_de_lixo_(informática)|coletor de lixo]].
 
* Alocação Local:
Geralmente, 64 entradas, no máximo, e a busca é feita em todos os registradores simultaneamente.
 
Memória Virtual é uma técnica poderosa e sofisticada de gerência de memória, onde as memórias principal e secudáriasecundária são combinadas, dando ao usuário a ilusão de existir uma memória muito maior que a capacidade real da memória principal. O conceito desta técnica fundamenta-se em não vincular o endereçamento feito pelo programa aos endereços físicos da memória principal. Desta forma, programas e suas estruturas de dados deixam de estar limitados ao tamanho da memória física disponível, pois podem possuir endereços associados à memória secundária.
 
=== Algoritmos de Substituição de Página ===