Abrir menu principal

Alterações

52 bytes removidos ,  14h59min de 26 de janeiro de 2014
sem resumo de edição
 
==Carreira e política==
Filho de Joaquim Francisco Corrêa e Safira Fernandes Corrêa. Em [[1970]] formou-se em [[Economia]] pela [[Universidade Federal do Amazonas]] e ingressou no [[Funcionário público|funcionalismo público]] em [[1976]] como [[Auditor fiscal|auditor fiscal]]. [[Professor]] da [[Escola de Administração Fazendária]] ([[1981]]-[[1985]]) e membro do Conselho de Contribuintes do [[Ministério da Fazenda (Brasil)|Ministério da Fazenda]], [[Amazonas|em seu estado]] presidiu o Conselho Regional de Economia, o Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal (Unafisco) e integrou o Sindicato dos Economistas.
 
Sua carreira política teve início com sua filiação ao [[Partido Socialista Brasileiro|PSB]] sendo eleito [[vereador]] em [[Manaus]] em [[Eleições municipais em Manaus em 1988|1988]] e [[Eleições municipais em Manaus em 1992|1992]]. Candidato a [[prefeito]] da cidade em [[Eleições municipais em Manaus em 1996|1996]]<ref>{{citar web || url=http://www.tse.jus.br/eleicoes/eleicoes-anteriores/eleicoes-1996/eleicoes-1996/resultados-das-eleicoes || titulo= Eleições municipais de 1996 em Manaus (TSE): Serafim Corrêa|| acessodata=[[24 de janeiro]] de [[2012]]}}</ref> e no [[Eleições municipais em Manaus em 2000|ano 2000]],<ref>{{citar web || url=http://www.tse.jus.br/eleicoes/eleicoes-anteriores/eleicoes-2000/resultado-da-eleicao-2000 || titulo= Eleições municipais de 2000 em Manaus (TSE): Serafim Corrêa|| acessodata=[[24 de janeiro]] de [[2012]]}}</ref> foi derrotado por [[Alfredo Nascimento]].<ref>Alfredo Nascimento foi eleito em segundo turno pelo [[Partido Progressista (Brasil)|PPB]] e reeleito pelo [[Partido Liberal (Brasil)|PL]], respectivamente.</ref> Candidato a [[vice-governador]] na chapa de [[Eduardo Braga]] ([[Partido Social Liberal|PSL]]) em [[Eleições estaduais no Amazonas em 1998|1998]], foi derrotado por [[Amazonino Mendes]]-/[[Samuel Assayag Hanan|Samuel Assayag]] e em [[Eleições estaduais no Amazonas em 2002|2002]] perdeu o governo do estado para o próprio [[Eduardo Braga]] ([[Partido Popular Socialista|PPS]]).
 
Eleito prefeito de [[Manaus]] no segundo turno dasem [[Eleições municipais em Manaus em 2004|eleições de 2004]] ao derrotar [[Amazonino Mendes]] ([[Partido da Frente Liberal|PFL]]),<ref>{{citar web || url=http://www.tse.jus.br/eleicoes/eleicoes-anteriores/eleicoes-2004/resultado-da-eleicao-2004 || titulo= Eleições municipais de 2004 em Manaus (TSE): Serafim Corrêa|| acessodata=[[24 de janeiro]] de [[2012]]}}</ref> mas curiosamente ao tentar a reeleição em [[Eleição municipal de Manaus (2008)|2008]] foi derrotado exatamente por [[Amazonino Mendes]] ([[Partido Trabalhista Brasileiro|PTB]]). Em [[Eleições estaduais no Amazonas em 2010|2010]] foi candidato a [[vice-governador]] do [[Amazonas]] na chapa de [[Alfredo Nascimento]], porém a reeleição do governador [[Omar Aziz]] frustrou suas pretensões.
 
Escreveu quatro livros: "Porque Bosco Morreu", "Manaus e a Constituição-Mãe", "Os Números de Manaus" e "Zona Franca de Manaus - História, Mitos e Realidade".
28 399

edições