Diferenças entre edições de "Plataforma (computação)"

1 byte removido ,  16h51min de 28 de janeiro de 2014
m
sem resumo de edição
m
m
<ref>http://blogs.technet.com/b/markuschristen/archive/2010/05/25/plataforma-de-aplica-es-o-que-uma-plataforma-de-aplica-es.aspx</ref>
 
[[Executáveis ​​binários]] têm de ser compilados para uma plataforma de hardware específica, uma vez que diferentes [[Unidade central de processamento|unidades centrais de processamento]] têm diferentes [[Código de máquina|códigos da máquina]]. Além disso, sistemas operacionais e bibliotecas de execução permitem a [[reutilização de código]] e fornecem [[camadas de abstração]] que permitem que o mesmo [[código fonte]] de alto nível para rodar em hardware configurado diferentemente. Por exemplo, há muitos tipos de [[dispositivo de armazenamento]], e em qualquer computador individual pode ter uma configuração diferente de dispositivos de armazenamento. Porém o aplicativo é capaz de chamar uma função <code>save</code> ou <code>write</code> genérica fornecida pelo SO ou pelas bibliotecas de tempo de execução, que então manipulam os detalhes propriamente ditos. A plataforma pode ser vista tanto como uma restrição sobre o processo de desenvolvimento de aplicações - a aplicação é escrita ''para''' as plataformas x e y - e uma assistência para o processo de desenvolvimento, na medida em que fornece funcionalidade pronta de baixo nível.
 
{{Referências}}