Diferenças entre edições de "Caminho das Tropas"

596 bytes adicionados ,  21h54min de 1 de fevereiro de 2014
sem resumo de edição
 
Com o passar das décadas e o aumento do movimento nas trilhas esses núcleos desenvolveram-se, possibilitando a gradativa integração das economias regionais. Muitos desses núcleos transformaram-se em grandes cidades, como se verifica hoje ao longo desses antigos caminhos.
 
==O último tropeiro==
O último tropeiro vivo (100 anos em 2014) a percorreu o trecho da rota entre Viamão, mora em [[Porto Amazonas]]. O peão Otávio dos Reis (nascido em 1914 na cidade de Porto Amazonas) fez 5 viagens antes do seu patrão utilizar outros meios para vender suas mulas<ref>[http://www.gazetadopovo.com.br/vidaecidadania/conteudo.phtml?tl=1&id=1444028&tit=O-ultimo-dos-tropeiros O último dos tropeiros - Aos 100 anos de idade, Otávio dos Reis lembra com detalhes dos tempos em que percorria a tradicional rota Viamão-Sorocaba] Jornal Paranaense - [[Gazeta do Povo]]</ref>.
 
== {{Ver também}} ==
78

edições