Diferenças entre edições de "Rolando"

1 byte adicionado ,  05h52min de 10 de fevereiro de 2014
sem resumo de edição
m
Na cidades germânicas medievais, especialmente no norte da [[Alemanha]], Rolando foi um símbolo do poder da burguesia frente à nobreza local. A partir do século XIV, várias cidades germânicas erigiram grandes estátuas do herói nas suas praças de mercado, como símbolo de sua independência em matéria comercial e jurídica.
 
Uma das mais famosas destas estátuas de Rolando, datada de 1405, encontra-se em frente à casa da câmara de [[Bremen]], sendo parte da lista de [[Património Mundial]] da [[UNESCO]]. Outras estátuas medievais encontram-se em [[Brandenburg an der Havel]], [[QuedlinburgQuedlimburgo]] e [[Halberstadt]], entre outras. Estátuas de Rolando continuaram a ser levantadas na Alemanha ainda nos séculos XVII e XVIII, e algumas cópias de estátuas antigas foram erigidas já no século XX em várias partes do mundo.
 
No Brasil uma estátua do herói pode ser encontrada na cidade norte-paranaense de Rolândia, batizada pela comunidade alemã que a fundou em homenagem ao par de Carlos Magno. A estátua foi dada à cidade como presente de {{Bremen]], na Alemanha, para celebrar a amizade entre o povo rolandense e o alemão. A tradição alemã continua forte em Rolândia, que até os dias de hoje tem a segunda maior ''Oktoberfest'' do país, além de uma numerosa comunidade luterana e escolas que ensinam alemão para as crianças.