Diferenças entre edições de "São Miguel de Acha"

4 361 bytes adicionados ,  10h22min de 18 de fevereiro de 2014
sem resumo de edição
Etiquetas: Editor Visual Provável parcialidade gettingstarted edit
Etiquetas: Editor Visual gettingstarted edit
= SÃO MIGUEL, UM POUCO DE HISTÓRIA... =
 
====== O seu nome reveste-se de mistério. Segundo a lenda terá sido uma herança remota de uma princesa moura.Os inúmeros vestígios arqueológicos ilustram uma longa história, ainda que pouco documentada. Os campos em redor revelam ao visitante testemunhos diversos, da presença romana às sepulturas escavadas na rocha, passando por um interessante conjunto de equipamentos rurais desactivados, entre os quais um lagar de azeite, fornos de telha e muros apiários. A aldeia em si é detentora de uma carga patrimonial notável, tanto a nível material, como imaterial. As árvores marcam a paisagem, com uma densa cintura de montado, hortas, pomares e olivais, a que se somam os jardins das velhas casas abastadas, com espécies diversas, que conferem uma nota exótica ao conjunto. Na malha urbana densa e sinuosa, os motivos de interesse são muitos: a antiga Câmara setecentista; os solares e mansões que, do século XVII ao século XX apresentam várias referências estilísticas, incluindo um pequeno chalet que se esconde entre o arvoredo dos arredores da aldeia, eco tardio do romantismo de oitocentos, raro na região; a arquitectura popular, que se destaca pela riqueza da decoração das cantarias, com molduras de portas e janelas em fachadas cuidadas, algumas de estilo manuelino. O domínio do sagrado merece aqui uma menção particular, pois a ele se deve muito do carácter peculiar de São Miguel. Um bom ponto de partida é a Sra. do Miradouro, cuja capela é representativa de uma tipologia arquitectónica comum nesta aldeia. À excepção da já demolida Capela de Sto António, todas as capelas têm ou tiveram alpendre (Sra. do Miradouro, Sta. Catarina, São Sebastião e São Pedro). A Igreja Matriz constitui um dos motivos de interesse maior da povoação. Na actual configuração predominam as referências setecentistas, visíveis sobretudo ao nível da fachada e dos portados laterais. No interior, o altar-mor barroco em talha dourada, que supostamente terá vindo da igreja do extinto convento de Sto. António de Idanha-a-Nova é razão mais do que suficiente para uma visita. A este conjunto de espaços liga-se um conjunto de práticas devocionais, ainda hoje muito vivas entre a população. O destaque maior cabe ao ciclo pascal e neste a duas manifestações em particular: a encomendação das almas, entoada por mulheres vestidas de negro na noite das sextas-feiras de Quaresma e o terço pelas ruas, entoado em voz alta por homens que percorrem a aldeia. Testemunho deste apego às marcas de identidade local é o empenho que a comunidade tem posto na sua manutenção. São Miguel d’Acha tem sabido afirmar-se a partir da sua matriz cultural. ======
====== O seu nome reveste-se de mistério. Segundo a lenda terá sido uma herança remota de uma princesa moura.Os inúmeros vestígios arqueológicos ilustram uma longa história, ainda que pouco documentada. Os campos em redor revelam ao visitante testemunhos diversos, da presença romana às sepulturas escavadas na rocha, passando por um interessante conjunto de equipamentos rurais desactivados, entre os quais um lagar de azeite, fornos de telha e muros apiários. ======
 
====== A aldeia em si é detentora de uma carga patrimonial notável, tanto a nível material, como imaterial. ======
 
====== As árvores marcam a paisagem, com uma densa cintura de montado, hortas, pomares e olivais, a que se somam os jardins das velhas casas abastadas, com espécies diversas, que conferem uma nota exótica ao conjunto. ======
 
====== Na malha urbana densa e sinuosa, os motivos de interesse são muitos: a antiga Câmara setecentista; os solares e mansões que, do século XVII ao século XX apresentam várias referências estilísticas, incluindo um pequeno chalet que se esconde entre o arvoredo dos arredores da aldeia, eco tardio do romantismo de oitocentos, raro na região; a arquitectura popular, que se destaca pela riqueza da decoração das cantarias, com molduras de portas e janelas em fachadas cuidadas, algumas de estilo manuelino. ======
 
====== O domínio do sagrado merece aqui uma menção particular, pois a ele se deve muito do carácter peculiar de São Miguel. Um bom ponto de partida é a Sra. do Miradouro, cuja capela é representativa de uma tipologia arquitectónica comum nesta aldeia. À excepção da já demolida Capela de Sto António, todas as capelas têm ou tiveram alpendre (Sra. do Miradouro, Sta. Catarina, São Sebastião e São Pedro). ======
 
====== A Igreja Matriz constitui um dos motivos de interesse maior da povoação. Na actual configuração predominam as referências setecentistas, visíveis sobretudo ao nível da fachada e dos portados laterais. No interior, o altar-mor barroco em talha dourada, que supostamente terá vindo da igreja do extinto convento de Sto. António de Idanha-a-Nova é razão mais do que suficiente para uma visita. ======
 
====== A este conjunto de espaços liga-se um conjunto de práticas devocionais, ainda hoje muito vivas entre a população. O destaque maior cabe ao ciclo pascal e neste a duas manifestações em particular: a encomendação das almas, entoada por mulheres vestidas de negro na noite das sextas-feiras de Quaresma e o terço pelas ruas, entoado em voz alta por homens que percorrem a aldeia. Testemunho deste apego às marcas de identidade local é o empenho que a comunidade tem posto na sua manutenção. São Miguel d’Acha tem sabido afirmar-se a partir da sua matriz cultural. ======
 
====== Textos retirado em: http://www.cm-idanhanova.pt/conteudos/default.asp?ID=50&IDP=7&P=20 ======
 
====== Texto de Paulo Longo da revista cultural de Idanha-a-Nova, Adufe 17, Julho/Dezembro 2010 ======
 
 
<br>
 
= Heráldica =
[[Ficheiro:S-Miguel-de-Acha.png|thumb|150x150px]]
 
====== Brasão: escudo de prata, perlo ondulado de azul e prata de três tiras onduladas, acompanhadas em chefe de balança de púrpura sustida por espada alçada de lâmina flamejante do mesmo, realçada de ouro e nos flancos, por Cruz da Ordem de Cristo e crescente de vermelho. Coroa Mural de prata, de quatro torres, Listen branco, com a legenda em maiúsculas, a negro: São Miguel de Acha. ======
<figcaption></figcaption>
 
======<nowiki/>======
 
====== Bandeira: esquartelada de Cinzento e Azul. Cordão e borlas de ouro e azul. Haste e lança de ouro. ======
 
======<nowiki/>======
 
====== <strong>Selo:</strong> Nos termos da Lei, coma legenda: "Junta de Freguesia de São Miguel De Acha - Idanha-a-Nova" ======
 
= <strong>Património</strong> =
 
====== <strong>O Património Arquitectónico assume um valor inestimável e através dele podemos descobrir e interpretar as vivências da nossa cultura.Neste espaço poderá encontrar diversas informações sobre o Património Arquitectónico Civil, Militar e Religioso existente na Freguesia de São Miguel de Acha.</strong> ======
 
= Sepultura dos Mouros e Ruinas de Calçada Romana no Lugar da Vigia em São Miguel de Acha =
 
====== Esta sepultura e estas ruinas de calçada Romana encontra-se na propriedade do Exmo. Sr. José Luis Capelo no Lugar da Vigia. ======
 
====== Fotografia: Mónica Gomes ======
 
= Castelo ou Reduto =
 
====== Numa fachada que dá para entrada pode ver se a seguinte inscrição: “'''Governador Gonçalo Vaz: Anno 1663'''.” ======
 
====== Actualmente existe apenas sobejos das velhas muralhas e o portado de acesso ao castelo, bem como as casas onde viveram os donatários e os seus serventuários. ======
 
= Ponte Romana =
 
====== Situada junto à ponte S. Gens, apreciar, no meio de densa vegetação, uma ponte que dizem ser romana. ======
 
= Calçada Romana =
 
= Igreja Matriz =
 
====== A Igreja Matriz tem na frontaria uma imponente imagem São Miguel Arcanjo, construída em granito e data de 1759. A parte norte esta a torre sineira toda construída em granito aparelhado. Numa das pedras tem a data de 1701. No seu interior, para além do altar-mor em talha dourada, tem mais 4 (quatro) altares: Sagrado Coração de Jesus, São José com o menino Jesus ao Colo, Altar do Calvário (São José com o menino ao colo e São Evangelista) e Nossa Sr.ª de Fátima. ======
 
= Capela de Nossa Senhora do Miradouro =
 
====== Segundo a população a capela e talvez o monumento mais antigo de São Miguel de Acha. A imagem da Nossa Senhora do Miradouro é, dos finais do século (catorze). Esta Capela é feita de granito escuro e a sua construção é do século (dezassete). Na sua frente tem um vistoso alpendre, que serve de protecção para os fiéis. ======
 
= Capela de São Sebastião =
 
====== A capela, situa-se na direcção Norte. Tem um Alpendre com duas colunas em pedra e dentro um pequeno altar, também por um nicho em pedra de granito onde esta a imagem do santo. ======
 
= Capela de São Pedro =
 
====== A Capela está  na direcção oeste da aldeia, é também  antiga. ======
 
====== Teve um alpendre e ao lado um calvário construído em granito que foi destruído nos tempos da implantação da república. ======
 
= Capela de Santa Catarina =
 
====== Esta capela, está um pouco distante da aldeia a cerca de 2 km, perto da estrada que conduz a Castelo Branco, foi construída no século (dezanove)  Em sua honra se realiza anualmente uma Romaria. ======
 
= Fonte Santo António =
 
====== Esta fonte no largo de Santo António , com nascente própria e tem uma mina para terrenos adjacentes. ======
 
= Fonte dos Sinos =
 
====== Esta fonte  tem a particularidade de nela sair água sulfurosa que a população utiliza para tratamento de doenças. ======
 
====== Tem um cheiro muito forte e é desagradável. ======
 
= Chafariz Velho ou Fonte do Miradouro =
 
====== Este Chafariz está junto a capela da nossa Senhora do Miradouro, segundo a população é o Chafariz mais antigo da aldeia e do Chafariz abasteceram-se até chegar água potável canalizada. ======
 
= Fonte do Rossio =
 
====== Esta fonte toda construída em granito, com nascente própria. A sua água é actualmente para lavagens da roupa. ======
 
= Nichos e Cruzeiros =
 
====== Pela aldeia existem alguns nichos e cruzeiro, que colocados estrategicamente nas ruas. ======