Diferenças entre edições de "Lewis (metralhadora)"

4 bytes adicionados ,  13h28min de 26 de fevereiro de 2014
Em [[1917]], o Exército dos Estados Unidos, adoptou finalmente a Lewis no calibre .30-06 Springfield. A arma foi, no entanto rapidamente substituída, logo em [[1918]], pela [[BAR]].
 
A Rússia comprou um número significativo de Lewis no calibre .303 Britânico e no 7,62 x 54 mm Russo, usando-a como [[arma automática]] de apoio directo nas unidades de infantaria ou comockkkkomo metralhadora de apoio geral nas unidades de cavalaria. Apesar de ter sido substituída pela Degtyarev na [[década de 1920]], algumas Lewis foram reintroduzidas brevemente, durante a Segunda Guerra Mundial para compensar as perdas de equipamento durante o avanço alemão.
 
O Exército Alemão também usou Lewis capturadas e adaptadas ao uso de munições alemãs, para equipar os seus ''Musketen Bataillonnen'' (literalmente "Batalhões de Mosqueteiros"), unidades móveis de metralhadoras ligeiras vocacionadas para operações de assalto ou de contra-ataque. A Lewis manteve-se em serviço nestas unidades até à formação dos ''Maschinen-Gewehr Scharfschützen Bataillonnen'' (Batalhões de Atiradores de Metralhadoras) em abril de [[1918]]. Os ''Sturmabteillung'' (Tropas de Assalto) preferiam as Lewis às metralhadoras "ligeiras" alemãs e mantiveram-nas em uso. A Lewis continuou ao serviço alemão até ao final da guerra, sendo reparadas e convertidas numa fábrica em Bruxelas.
Utilizador anónimo