Diferenças entre edições de "Morcego-vampiro"

2 697 bytes adicionados ,  01h02min de 13 de março de 2014
sem resumo de edição
m (Bot: A migrar 33 interwikis, agora providenciados por Wikidata em d:Q190691)
[[Categoria:Phyllostomidae]]
[[Categoria:Mamíferos da América do Sul]]
--[[Especial:Contribuições/177.6.105.246|177.6.105.246]] ([[Usuário(a) Discussão:177.6.105.246|discussão]]) 01h02min de 13 de março de 2014 (UTC)morcegos hematófagos, ou seja, morcegos que se alimentam exclusivamente de sangue.
 
Habita ocos de árvores, cavernas úmidas, minas abandonadas, bueiros e também moradias humanas. É encontrado do México até a Argentina.
 
Pesa de 25 a 40 gramas e atinge 35 cm de envergadura. A pelagem é bem macia e tem coloração cinza brilhante, porém pode possuir tons vermelhos, laranjas ou dourados.
 
Apresenta um apêndice no focinho semelhante ao formato de uma ferradura.
 
A espécie é capaz de caminhar no chão, para tanto apoia o corpo em seus polegares, os quais são bem desenvolvidos.
 
Como a grande maioria dos morcegos, apresenta hábitos noturnos. Mas localizar suas presas e se desviar de obstáculos em meio à escuridão não é uma tarefa difícil, pois conta com um biosonar espetacular para se orientar.
 
Funciona da seguinte forma: o morcego-vampiro-comum usa a boca ou as narinas para emitir ondas sonoras, as quais ao atingir um alvo refletem de volta para o animal com informações precisas do que há em sua frente e qual direção seguir para se desviar, caso seja necessário.
 
Foi a partir do biosonar também chamado de ecolocalização que se criou o aparelho de ultrassom usado nos dias de hoje.
 
Geralmente vive em grupos compostos de 20 a 100 indivíduos, porém caso as condições ambientais e a disponibilidade de alimento sejam favoráveis esse número pode ultrapassar os 2 000 indivíduos.
 
Alimenta-se de sangue de aves e mamíferos tendo preferência por mamíferos grandes, incluindo animais domésticos como cavalos, bovinos e outros.
 
Assim que encontra sua presa utiliza os dentes incisivos que são bastante afiados para abrir uma ferida e provocar o sangramento, e em seguida lambe o sugue, o qual escorre sem dificuldades graças às substâncias anticoagulantes encontradas em sua saliva.
 
Além disso, acredita-se que também haja substâncias anestésicas em sua saliva para tornar a alimentação mais fácil, de maneira que a vítima não sinta a ferida de imediato.
 
Raramente ataca pessoas, pode ocorrer em locais com grande carência de alimento.
 
A reprodução pode acontecer em qualquer época do ano, a gestação dura cerca de 7 meses, normalmente nasce apenas um filhote que ao completar 5 meses de vida já se torna independente.
 
Estima-se que possa viver por até 20 anos.
 
O morcego-vampiro-comum também é um transmissor da raiva, caso esteja contaminado.
 
Quanto ao seu estado de conservação, a espécie não está ameaçada.
 
Fonte: Museu de Zoologia da UFV, ICH e Wikipédia.
Utilizador anónimo