Diferenças entre edições de "Epiteto"

1 byte adicionado ,  04h14min de 17 de março de 2014
Ortografia
(+ 4 categorias usando HotCat)
(Ortografia)
Apesar de sua condição, conseguiu assistir as preleções do famoso [[estoicismo|estóico]] [[Caio Musônio Rufo]]. De sua obra se conservam o ''Encheiridion de Epicteto'' (também conhecido como ''[[Manual de Epicteto]]'')<ref>Flávio Arriano. [http://ia601204.us.archive.org/24/items/OEncheiridionDeEpictetoEdicaoBilingue/enchbifinal26.04.12.pdf ''O Encheirídion de Epicteto'']. Trad. Aldo Dinucci; Alfredo Julien. São Cristóvão, Sergipe: EdiUFS, 2012].</ref> e as ''Diatribes'' (ou ''[[Discursos de Epicteto|Discursos]]<ref>{{en}} [http://pensamentosnomadas.files.wordpress.com/2012/08/the-discourses.pdf ''Discursos'' de Epicteto]. 101 [[Anno Domini|A.D.]]</ref>), ambos editados por seu discípulo [[Lúcio Flávio Arriano]] de [[Nicomédia]].
 
Como viver umuma vida plena, uma vida feliz? Como ser uma pessoa com boas qualidades morais? Responder a estas duas perguntas fundamentais foi a única paixão de Epicteto. Embora suas obras sejam menos conhecidas hoje, em função do declínio do ensino da cultura clássica, tiveram enorme influência sobre as ideias dos principais pensadores da arte de viver durante quase dois mil anos.
 
Para Epicteto, uma vida feliz e uma vida virtuosa são sinônimos. Felicidade e realização pessoal são consequências naturais de atitudes corretas.
129

edições