Cerco de Sénonas: diferenças entre revisões

24 bytes adicionados ,  21 de abril de 2014
sem resumo de edição
{{Info/Batalha
|nome_batalha =Cerco de ''Senonae''
|conflito =[[Guerras germânicas]]
|imagem =
|legenda =
|data ={{dtlink|||356}}
|local =''[[Senonae]]'', na [[Gália Lugdunense]] (moderna [[França]])
|resultado =Vitória romana
|casus =
|mapa_alfinete =França
|mapa_alfinete_tamanho =230
|mapa_alfinete_rótulo =''Senonae''
|mapa_alfinete_legenda =Localização de ''Senonae'' no que é hoje a [[França]]
|latd=4648 |latm=5712 |lats=0 |latNS=N
|longd=43 |longm=1817 |longs=0 |longEW=E
|coord_sufixo =type:landmark_scale:4000000
|coord_título =s
}}
'''Cerco de ''Senonae''''' foi um breve cerco realizado pelas forças [[alamanos|alamanas]] à cidade romana de ''[[Senonae]]'' (provavelmente a moderna [[Sens]]), na [[Gália]], onde o [[imperador romano|imperador]] [[Juliano, o Apóstata|Juliano]] passava o inverno. Depois de várias [[deserção|deserções]] entre suas tropas [[foederati|federadas]], bandos armados germânicos tentaram aproveitar-se da fragilidade e atacaram a cidade. Porém, eles não conseguiram romper as defesas por não terem à disposição [[arma de cerco|armas de cerco]] e o único resultado imediato foi que conseguiram impedir que Juliano saísse da cidade. Depois de apenas um mês, os alamanos recuaram<ref>Goldsworthy, Adrian. ''In the Name of Rome'', Weidenfeld and Nicolson, 2003, p. 345</ref>.
 
{{Referências}}
198 349

edições