Abrir menu principal

Alterações

8 bytes adicionados, 02h42min de 24 de abril de 2014
O artigo está desatualizado
{{Revisão}}
{{sem-fontes||bio|hist-mo|hist-eu|data=Outubro de 2012}}
 
Heráclio dedicou-se então a reorganizar o [[exército bizantino]]. Desenvolveu o conceito de outorgar terras a indivíduos em troca de serviço militar hereditário. As terras concedidas foram organizadas em ''[[themata]]'' (''thema'', no singular), palavra [[Língua grega|grega]] aplicada a unidades de terra agrícola pertencentes ao Estado, entregues a soldados, administradas por governadores militares ([[estratego]]) e fornecedoras de recrutas por meio do serviço militar hereditário. Este sistema garantiu a sobrevivência do [[Império Bizantino]] por séculos e permitiu a Heráclio reconquistar o território tomado pelos [[persas]].
 
Heráclio abandonou o uso do antigo título [[Augusto (título)|augusto]], adotando o de "Rei dos Reis", à moda persa. Mais tarde, passou a empregar o título de ''[[Basileusbasileu]]'', termo [[Língua grega|grego]] que significa "rei" e que foi aplicado aos imperadores bizantinos por 800 anos.
 
No final de seu reinado, as [[Província romana|províncias]] da [[Síria (província romana)|Síria]], [[Judeia (província romana)|Judeia]] e Egito [[Conquista muçulmana da Síria|foram perdidas]] para os [[árabes]], unificados por [[Maomé]] e professando o [[islamismo]].