Abrir menu principal

Alterações

188 bytes adicionados ,  06h04min de 4 de maio de 2014
m
nome agencia da australia atualizado
* [[Government Communications Headquarters|GCHQ]] (''Government Communications Headquarters'') do Reino Unido;
* [[Serviço de Segurança de Comunicações Canadense|Serviço de Segurança de Comunicações Canadense (CSEC)]];
* [[DefenceAustralian Signals Directorate|DSDASD]] (''DefenceAustralian Signals Directorate'') da Austrália;
* [[Government Communications Security Bureau|GCSB]] (''Government Communications Security Bureau'') da Nova Zelândia.
 
== Atividades de Participação Conjunta ==
===[[Echelon]]===
É uma rede de vigilância global e espionagem<ref>[http://world-information.org/wio/infostructure/100437611746/100438659207/?ic=100446325884 Principais estacões do [[Echelon]] ] - World-Information.Org - novembro de 2005</ref> para a coleta e análise de sinais de inteligência ([[SIGINT]]), operada inicialmente pelos cinco [[Estados]] signatários do [[Tratado de Segurança UK-USA]] conhecidos como "[[Tratado de Segurança UK-USA|Cinco Olhos]]" ([[Tratado de Segurança UK-USA|Five Eyes - em inglês]]): [[Estados Unidos]], [[Canadá]], [[Austrália]], [[Nova Zelândia]] e [[Reino Unido]].<ref name="INFO">INFO: [http://info.abril.com.br/noticias/seguranca/2013/07/brasil-sabia-sobre-espionagem-dos-eua-desde-2001-diz-jornal.shtml Brasil sabia sobre espionagem dos EUA desde 2001, diz jornal | INFO]</ref><ref>{{Citar web|url=http://www.cartacapital.com.br/revista/774/os-201ccinco-olhos201d-e-os-cegos-9894.html|título=Os “Cinco Olhos” e os cegos|publicado=Carta Capital|acessodata=17 de março de 2014|data=11 de novembro de 2013}}</ref><ref>[http://www1.folha.uol.com.br/mundo/2013/07/1309366-brasil-sabe-desde-2001-que-os-eua-espionam-internet.shtml Brasil sabe desde 2001 que os EUA espionam internet - 11/07/2013 - Mundo - Folha de S.Paulo]</ref>.
 
Em 2013, documentos publicados em jornais mundialmente e revelados por [[Edward Snowden]], confirmam o uso da rede para espionagem de outros países e vigilância global.
855

edições