Diferenças entre edições de "Indústria cultural"

23 bytes adicionados ,  20h23min de 6 de maio de 2014
MUSICA DO CARROSSEL
m (Foram revertidas as edições de 177.99.230.2 para a última revisão de Salebot (usando Huggle))
(MUSICA DO CARROSSEL)
Etiquetas: Editor Visual Espaçamento excessivo
A indústria cultural idealiza produtos adaptados ao consumo das massas, assim como também pode determinar esse consumo trabalhando sobre o estado de consciência e inconsciência das pessoas. Ela pode ainda ter função no processo de acumulação de capital, reprodução ideológica de um sistema, reorientação de massas e imposição de comportamento.<ref>COHN. G. ''Comunicação e indústria cultural''. 2° ed. Editora Nacional, 1971.</ref>
 
== Histórico FACEBOOK ==
[[Imagem:AdornoHorkheimerHabermasbyJeremyJShapiro2.png|thumb|left|Fotografia tirada em Abril de 1964 por Jeremy J. Shapiro. Horkheimer está em frente, a esquerda, Adorno em frente a direita e Habermas está ao fundo, a direita, com a mão em seu cabelo.]]
Indústria cultural, é um termo concebido pelos teóricos da [[escola de Frankfurt]], [[Theodor Adorno]] e [[Max Horkheimer]]. As reflexões acerca desse tema surgiram a partir de uma “cultura industrializada” vista no período do [[nazismo]], pois toda arte produzida era dirigida somente àquele sistema. Já nos [[Estados Unidos]], Adorno vê o sistema da indústria cultural de forma “enrustida” principalmente no entretenimento, e é através do [[cinema]], por exemplo, que a indústria cultural se faz presente e nos apresenta uma comunicação de massa, pois neste caso tinha o intuito de “desviar” os olhares da população aos problemas sociais da [[década de 30]] que se consagrou.
Utilizador anónimo