Abrir menu principal

Alterações

15 bytes adicionados, 15h46min de 16 de maio de 2014
No [[século V]], os povos anglo-saxões, com o acordo explícito do [[Império Romano]], tomam posse do Norte da Europa Ocidental. Constituem-se, então, em comunidades encarregadas pelo Império de defendê-lo na eventualidade de um ataque exterior. Foi, de resto, em [[463]] que Childerico e Aegedius afastaram os [[Visigodos]] em [[Orleães]].
 
Posteriormente a integraçãodesintegraçâo de pessoas, ganhou raízes, processo que foi acelerado pela inegável decadência do Império. É então que os novos sicambrianos descem com Meroveu até às [[planície]]s do Parisis; os [[Francos]] confraternizando com os da sua nação que já ali se encontravam. Constituíam, nesta época, um grupo suficientemente poderoso para se estender até à [[Lutécia (Paris)|Lutécia]]. Se não chegam a tomar conta do lugar, erguem, ao menos, os seus próprios muros, o sólido estabelecimento do qual falamos: um "lower", um campo fortificado. Este "lower" já devia existir na margem direita do [[Sena]] nos tempos de Meroveu e deve ter representado uma ameaça constante durante os dez anos de cerco que a capital conheceu nos tempos da [[Santa Genoveva]].
 
[[Imagem:CastleLouvreModel.jpg|thumb|left|300px|Modelo do primeiro Real "Castelo do Louvre".]]
Utilizador anónimo