Diferenças entre edições de "Célula-tronco embrionária"

6 266 bytes adicionados ,  15h15min de 15 de junho de 2014
Não existia conteúdo para esta página, então acrescentei todo ele.
(Não existia conteúdo para esta página, então acrescentei todo ele.)
As células do zigoto são ditas totipotentes, pois podem dar origem a todos os tecidos (ectoderme, mesoderme, endoderme e tecidos extra-embrionários) e suas posteriores especializações. Ao longo das divisões que ocorrem durante o desenvolvimento embrionário, há um estágio chamado de blastocisto, que possui uma massa interna de células envoltas pela trofoectodeme. A trofoectoderme gera apenas os tecidos extra-embrionários, enquanto as células da massa interna são conhecidas como células-tronco embrionárias, ditas pluripotentes porque podem dar origem a todos os tecidos do organismo (ectoderme, mesoderme e endoderme), mas não aos tecidos extra-embrionários<ref name=":0">{{citar web|URL = http://stemcells.nih.gov/info/|título = National Institutes of Health – Stem cells information|data = |acessadoem = |autor = |publicado = }}</ref>.
#REDIRECT [[Célula-tronco]]
 
As células-tronco possuem três características gerais: (a) dividem-se dando origem a células iguais a ela, (b) são indiferenciadas e (c) podem dar origem a células especializadas ou diferenciadas<ref name=":0" />.
 
== Formação das células-tronco embrionárias após a fertilização<ref name=":0" /> ==
* Dia 1: de 18 a 24 horas após a fertilização
* Dia 2 (24 para 25 horas): o zigoto sofre a primeira clivagem e produz um embrião de duas células
* Dia 3 (72 horas): o embrião chega ao estágio de 8 células, chamado de mórula. Neste estágio a influência do genoma materno (dada pela presença de mRNAs e proteínas no oócito) é reduzida
* Dia 4: as células do embrião aderem umas as outras, em um processo conhecido como compactação
* Dia 5: a cavidade do blastocisto é completada. A massa interna de células começa a se separar das células externas, que se tornarão a trofoectoderme e rodearão o blastocisto. A massa interna de células tem em torno de 30 células, que são as células-tronco embrionárias
 
== Propriedades que definem uma célula-tronco embrionária<ref name=":0" /><ref name=":1">{{citar periódico|ultimo = Friel|primeiro = Ruairi|titulo = Embryonic stem cells: understanding their history, cell biology and signalling|jornal = Advanced Drug Delivery Reviews|doi = 10.1016/j.addr.2005.08.002|url = http://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0169409X05001584|acessadoem = |ano = 2005|aspas = não}}</ref> ==
* Derivadas da massa interna de células do blastocisto
* Capazes de se multiplicar sem se diferenciar sem ficarem senescentes (auto-renovação), pois o gene da enzima [[telomerase]] está ativo
* Exibem e mantêm cariótipo normal após as divisões
* Podem dar origem a tipos celulares especializados, derivados dos folhetos embrionários
* Clonogênicas (uma única célula-tronco embrionária pode gerar uma colônia de células idênticas, com as mesmas propriedades da célula original)
* Podem ser induzidas à proliferação contínua ou à diferenciação
* Diferente das células somáticas, as células-tronco embrionárias não requerem nenhum estímulo externo para iniciar a replicação do DNA
* Não possuem cromatina sexual, ou seja, ainda não ocorreu a inativação de um dos cromossomos X nas fêmeas
* Geram teratomas ''in vivo''
* Expressam vários marcadores específicos
 
== Marcadores de células-tronco embrionárias ==
Os marcadores de superfície mais comuns são SSEA-3, SSEA-4, TRA-1-60, TRA-1-81, fosfatase alcalina e GTCM-2. Os fatores de transcrição mais comuns são Oct-4, Nanog, Sox2 e Rex1<ref>{{citar periódico|ultimo = Mountford|primeiro = J. C.|titulo = Human embryonic stem cells: origins, characteristics and potential for regenerative therapy|jornal = Transfusion Medicine|doi = 365-3148.2007.00807.x|url = http://onlinelibrary.wiley.com/doi/10.1111/j.1365-3148.2007.00807.x/full|acessadoem = |ano = 2008|aspas = não}}</ref>. A descrição de alguns deles encontra-se abaixo<ref name=":1" />:
* Fator de transcrição Oct-4 (também chamado de Oct-3 ou Oct-3/4): responsável por regular a capacidade de auto-renovação, sendo necessário (mas não suficiente) para manter as ESC num estado proliferativo não diferenciado. Um aumento de expressão de duas vezes ou mais causa diferenciação das células-tronco embrionárias em mesoderme ou endoderme, enquanto uma diminuição para 50% ou menos de expressão causa diferenciação em trofoectoderme
* Nanog: fator de transcrição que
promove a auto-renovação e pluripotência das células-tronco embrionárias e também a formação do epiblasto
* BMP: quando atua na sinalização de Smad, inibe a diferenciação das células-tronco embrionárias, ao passo que também pode atuar na diferenciação em mesoderme ou endoderme na ausência de LIF (que neste caso atua ativando a sinalização via STAT3)
* LIF: além de atuar inibindo a diferenciação (via STAT3), quando envolvido na sinalização ERK, atua contribuindo para a diferenciação da células-tronco embrionárias
 
== Pesquisas ==
Estudos com células-tronco embrionárias humanas podem gerar informações a respeito dos complexos eventos que ocorrem durante o desenvolvimento. O principal objetivo dessas pesquisas é identificar como células-tronco indiferenciadas se tornam células diferenciadas que formam tecidos e órgãos. Os cientistas sabem que a ativação e a repressão de genes tem um papel central nesse processo<ref name=":0" />.
 
{{Referências}}
<references />
{{Citar periódico|ultimo = Keller|primeiro = Gordon|titulo = Embryonic stem cell differentiation: emergence of a new era in biology and medicine|jornal = Genes & Development|doi = 10.1101/gad.1303605|url = http://genesdev.cshlp.org/content/19/10/1129.full|acessadoem = |ano = 2005|aspas = não}}
 
{{Citar periódico|ultimo = Evans|primeiro = Martin|titulo = Discovering pluripotency: 30 years of mouse embryonic stem cells|jornal = Nature Reviews - Molecular Cell Biology|doi = |url = http://www.nature.com/nrm/journal/v12/n10/pdf/nrm3190.pdf|acessadoem = |ano = 2011|mes = Outubro|aspas = não}}
 
{{Citar periódico|ultimo = Boiani|primeiro = Michele|titulo = Regulatory networks in embryo-derived pluripotent stem cells|jornal = Nature Reviwes - Molecular Cell Biology|doi = 10.1038/nrm1744|url = http://www.nature.com/nrm/journal/v6/n11/full/nrm1744.html|acessadoem = |ano = 2005|aspas = não}}
__FORCARTDC__
Utilizador anónimo