Diferenças entre edições de "Célula-tronco embrionária"

27 bytes adicionados ,  17h01min de 15 de junho de 2014
sem resumo de edição
(Não existia conteúdo para esta página, então acrescentei todo ele.)
== Marcadores de células-tronco embrionárias ==
Os marcadores de superfície mais comuns são SSEA-3, SSEA-4, TRA-1-60, TRA-1-81, fosfatase alcalina e GTCM-2. Os fatores de transcrição mais comuns são Oct-4, Nanog, Sox2 e Rex1<ref>{{citar periódico|ultimo = Mountford|primeiro = J. C.|titulo = Human embryonic stem cells: origins, characteristics and potential for regenerative therapy|jornal = Transfusion Medicine|doi = 365-3148.2007.00807.x|url = http://onlinelibrary.wiley.com/doi/10.1111/j.1365-3148.2007.00807.x/full|acessadoem = |ano = 2008|aspas = não}}</ref>. A descrição de alguns deles encontra-se abaixo<ref name=":1" />:
* Fator de transcrição Oct-4 (também chamado de Oct-3 ou Oct-3/4): responsável por regular a capacidade de auto-renovação, sendo necessário (mas não suficiente) para manter as ESCcélulas-tronco embrionárias num estado proliferativo não diferenciado. Um aumento de expressão de duas vezes ou mais causa diferenciação das células-tronco embrionárias em mesoderme ou endoderme, enquanto uma diminuição para 50% ou menos de expressão causa diferenciação em trofoectoderme
* Nanog: fator de transcrição que promove a auto-renovação e pluripotência das células-tronco embrionárias e também a formação do epiblasto
 
promove a auto-renovação e pluripotência das células-tronco embrionárias e também a formação do epiblasto
* BMP: quando atua na sinalização de Smad, inibe a diferenciação das células-tronco embrionárias, ao passo que também pode atuar na diferenciação em mesoderme ou endoderme na ausência de LIF (que neste caso atua ativando a sinalização via STAT3)
* LIF: além de atuar inibindo a diferenciação (via STAT3), quando envolvido na sinalização ERK, atua contribuindo para a diferenciação da células-tronco embrionárias
Utilizador anónimo