Diferenças entre edições de "Software proprietário"

2 292 bytes adicionados ,  18h04min de 21 de junho de 2014
Adicionado "História", onde eu mesmo traduzi da Wikipédia em inglês, visando melhorar a qualidade deste texto em sua versão portuguesa. Há também a correção do artigo "o" antes do substantivo "iOS" para minúsculo, pois é precedido de vírgula.
m (Foram revertidas as edições de 189.41.76.224 para a última revisão de !Silent, de 12h10min de 21 de junho de 2014 (UTC))
(Adicionado "História", onde eu mesmo traduzi da Wikipédia em inglês, visando melhorar a qualidade deste texto em sua versão portuguesa. Há também a correção do artigo "o" antes do substantivo "iOS" para minúsculo, pois é precedido de vírgula.)
Em português, para software, o termo "proprietário" poderia ser considerado uma tradução equivocada do inglês "proprietary". Mas tornou-se usual e não deverá ser abandonado. Aplicando-se o termo a software, o sentido pretendido é de que o software "é pertencente a um proprietário" ou "particular"; e mais claro é ler "software proprietário" como "software privado" ou "software particular".
 
== História ==
No final dos anos 1960, os computadores—caras e enormes estruturas, normalmente localizadas em grandes quartos com [[ar condicionado]]—deixaram de ser disponibilizados para locação para começarem a ser vendidos.<ref>Paul E.Ceruzzi (2003). ''A history of modern computing''.[[:en:MIT_Press|MIT Press]]. p. 128. [[:en:International_Standard_Book_Number|ISBN]] [[:en:Special:BookSources/0-262-53203-4|0-262-53203-4]]. "''Although IBM agreed to sell its machines as part of a Consent Decree effective January 1956, leasing continued to be its preferred way of doing business''"</ref><ref>[http://www.leasegenie.com/History_of_Leasing.html "History of Leasing"]. leasegenie.com. Retrieved 2010-11-12. "''In the 1960s, IBM and Xerox recognized that substantial sums could be made from the financing of their equipment. The leasing of computer and office equipment that occurred then was a significant contribution to leasings growth, since many companies were exposed to equipment leasing for the first time when they leased such equipment''"<sup>[''[[Wikipédia:Ligação inativa|ligação inativa]]'']</sup></ref> Os serviços e softwares disponíveis eram geralmente fornecidos pelas fabricantes, sem cobranças separadas, até 1969. O código-fonte do software geralmente era fornecido com o hardware. Usuários que desenvolviam software muitas vezes disponibilizavam-no, sem custos extras. Quem comprava a enorme e cara estrutura (o [[hardware]]) não pagava separadamente pelo software.
 
Em 1969, a IBM, sob a ameaça de litígio [[Antitruste]]<ref>Artigo da Wikipédia em inglês: [[:en:History_of_IBM#1969:_Antitrust.2C_the_Unbundling_of_software_and_services|História da IBM]]</ref>, levou uma mudança de indústria, começando a cobrar separadamente por software e serviços, e deixando de fornecer o código-fonte.<ref>[http://www-03.ibm.com/ibm/history/history/decade_1960.html "http://www-03.ibm.com/ibm/history/history/decade_1960.html"]. [[IBM]]. Retrieved 2010-11-12. "''Rather than offer hardware, services and software exclusively in packages, marketers "unbundled" the components and offered them for sale individually. Unbundling gave birth to the multibillion-dollar software and services industries, of which IBM is today a world leader''"</ref>
== Limitações ao uso ==
Normalmente, a fim de que se possa utilizar, copiar, ter acesso ao código-fonte ou redistribuir, deve-se solicitar permissão ao proprietário, ou pagar para poder fazê-lo: será necessário, portanto, adquirir uma [[licença de software|licença]].
 
== Exemplos ==
Alguns ''softwares'' proprietários são o [[Microsoft Windows]], o [[Microsoft Office]], o [[RealPlayer]], o [[Adobe Photoshop]], o [[Mac OS]], Oo [[iOS]] o [[WinZip]], algumas versões do [[Unix]], entre outros.
 
{{Referências}}
Utilizador anónimo