Abrir menu principal

Alterações

30 bytes adicionados ,  03h23min de 26 de junho de 2014
m
general cleanup utilizando AWB
{{info/Química
{{chembox new
| Reference=<ref>''[[Merck Index]]'', 11th Edition, '''4386'''.</ref>
| ImageFileL1 = Glycin - Glycine.svg
| IUPACName = Glycine<br/>2-Aminoacetic acid
| OtherNames = Aminoethanoic acid
| Section1 = {{Chembox Info/Química/Identifiers
| Abbreviations = '''Gly''', '''G'''
| CASNo = 56-40-6
| BoilingPt =
| Solubility = 25 g/100 mL
| SolubleOther = solúvel em [[etanol]], [[piridina]] <br /> insolúvel em [[éter]]
| pKa = 4
}}
 
A degradação da glicina segue três vias principais:
* Pode ser degradada a [[piruvato]], seguindo a reacção inversa da sua biossíntese (ou seja, conversão a serina e então conversão desta a piruvato).
* Especialmente em [[animais]], a glicina pode ser oxidada a [[dióxido de carbono|CO<sub>2</sub>]], [[amónia|NH<sub>4</sub><sup>+</sup>]] e um grupo [[metileno]] pela enzima glicina sintase.
* Pode ser [[oxidação|oxidada]] e [[amina|desaminada]] a [[glioxilato]] pela enzima D-aminoácido oxidase, sendo o glioxilato posteriormente [[redução|reduzido]] a [[oxalato]].
 
=== Como neurotransmissor ===
A glicina é um [[neurotransmissor]] inibitório no [[sistema nervoso central]], especialmente a nível da [[medula espinal]], [[tronco cerebral]] e [[retina]]. Quando receptores de glicina são activados, o [[ânion]] [[cloreto]] entra no neurônio através de receptores ionotrópicos, causando um [[potencial pós-sináptico inibitório]]. A [[estricnina]] actua como [[antagonista]] nos receptores ionotrópicos de glicina. A glicina é, junto com o glutamato, um co-[[agonista]] de [[receptores NMDA]]; esta ação facilita a actividade excitatória dos receptores glutaminérgicos, em contraste com a atividade inibitória da glicina.
 
A [[dose letal]] de glicina administrada oralmente, em [[rato]]s, é de 7930 &nbsp;mg/kg<ref>{{cite web|url=http://physchem.ox.ac.uk/MSDS/GL/glycine.html|title=Safety (MSDS) data for glycine|date=2005|publisher= The Physical and Theoretical Chemistry Laboratory Oxford University |accessdate=2006-11-01}}</ref>, causando morte usualmente por hiperexcitabilidade.
 
=== Como elemento estrutural ===
tornando-se esta a principal fonte de NADH mitocondrial� para posterior produção de [[ATP]]. Esta reacção faz parte do [[ciclo do glicolato]].
 
{{ref-sectionreferências}}
* DAWSON, R.M.C.; ELLIOTT, D.C.; ELLIOTT, W.H.; JONES, K.M., ''Data for Biochemical Research'', 3rd ed., pp. 1-31&nbsp;1–31 (1986)
 
== {{Ligações externas}} ==
{{portal-bioquímica}}
* {{link|en|http://www.pdrhealth.com/drug_info/nmdrugprofiles/nutsupdrugs/gly_0127.shtml|Glicina}}
* {{link|en|2=http://www.compchemwiki.org/index.php?title=Glycine|3=Computational Chemistry Wiki}}
* {{link|en|http://www.chem.qmul.ac.uk/iubmb/enzyme/reaction/AminoAcid/GlyCleave.html|Sistema de clivagem da glicina}}
 
{{Aminoácidos}}
 
[[Categoria:Aminoácidos]]
 
Autor : Lucas Barreto
 
[[Categoria:Aminoácidos]]
83 263

edições