Diferenças entre edições de "Charinus"

312 bytes adicionados ,  18h48min de 30 de junho de 2014
+ info/taxonomia + categoria
m (→‎Bibliografia: +{{Sem-infotaxo}})
(+ info/taxonomia + categoria)
{{sem notas|data=março de 2012| angola=| arte=| Brasil=| ciência=| geografia=| música=| Portugal=| sociedade=|1=Este artigo ou secção|2=|3=|4=|5=|6=}}
{{título em itálico}}
{{Info/Taxonomia
| nome = ''Charinus''
| imagem =
| reino = [[Animalia]]
| filo = [[Arthropoda]]
| classe = [[Arachnida]]
| ordem = [[Amblypygi]]
| família = [[Charinidae]]
| gênero = '''''Charinus'''''
| gênero_autoridade = Simon, 1892
| subdivisão_nome = Espécies
| subdivisão = ver texto
}}
 
'''''Charinus''''' (Simon, 1892) é o maior gênero da ordem [[Amblypygi]]<ref>Harvey, M.S., 2003. Catalogue of the Smaller Arachnid Orders of the World – Amblypygi, Uropygi, Schizomida, Palpigradi, Ricinulei and Sollfugae. Csiro Publishing, Collingwood, Australia, 385 pp.</ref>. Geralmente são indivíduos pequenos (de 1 a 3 cm) e podem ser encontrados em florestas, cavernas e na cidade.
No Brasil 8 espécies de ''Charinus'' já foram descritas nos estados da Bahia, Espírito Santo, Minas Gerais, Rondônia e São Paulo<ref>Miranda, G.S. & Giupponi, A.P.L. (2011) A new synonthropic species of Charinus Simon, 1892 from Brazilian Amazônia and notes on the genus (Arachnida: Amblypygi: Charinidae). Zootaxa, 2980, 61–68.</ref>.
<references>[http://ufrj.academia.edu/GustavoMiranda/Papers/1476430/Miranda_and_Giupponi_2011._Charinus_vulgaris Miranda, G.S. & Giupponi, A.P.L. (2011) A new synonthropic species of Charinus Simon, 1892 from Brazilian Amazonia and notes on the genus (Arachnida: Amblypygi: Charinidae). Zootaxa, 2980, 61–68.]</references></small>
 
[[Categoria:ArcnídeosAmblypygi]]
{{Sem-infotaxo}}
 
[[Categoria:Arcnídeos]]
64 334

edições