R-7 Semyorka: diferenças entre revisões

411 bytes adicionados ,  25 de julho de 2014
m
Mais algum texto
(Completei a descrição. Um bug impediu que a 1ª tentativa fosse completamente gravada.)
m (Mais algum texto)
O R-7 media 34 metros de comprimento, 3,02 de diâmetro e pesava 280 [[toneladas]]. Era composto por dois [[Estágio (astronáutica)|estágios]], propulsionados por [[Motor de foguete|motores]] de foguetão utilizando [[oxigénio líquido]] e [[querosene]], e tinha a capacidade de levar a sua carga a uma até aos 8 800 km, com uma precisão de cerca de 5 km. Uma única [[Bomba termonuclear|cabeça de guerra termonuclear]] era carregada, que cedia uma potência equivalente a 3 [[Equivalente de TNT|megatoneladas de TNT]]. O lançamento inicial era ajudado por 4 ''boosters'' de combustível líquido, dispostos em paralelo, compondo o primeiro estágio. Um motor central propulsionava o veículo durante o primeiro e o segundo estágios. Cada ''booster ''incluía dois [[motor Vernier|motores de Vernier]] e o estágio central possuía quatro.<ref>{{citar web|URL = http://www.energia.ru/english/energia/launchers/rocket-r7.html|título = S.P.Korolev RSC Energia - Rockets|data = |acessadoem = |autor = S.P.Korolev RSC Energia.|publicado = }}</ref> O sistema de controlo era inercial, e incluia um sistema de controlo dos motores de Vernier por radio.
 
== Desenvolvimento ==
O desenho deste míssil começou em 1953, em Kaliningrad, Moscovo pela [[RKK Energia]].
 
== História Operacional ==
O R-7 ficou operacional no dia 9 de Fevereiro de 1959. Foi testado pela primeira vez a 15 de Dezembro de 1959.
 
== Variantes ==
 
=== SS-6 Sapwood ===
Nome utilizado pela NATO para se referir a todas as versões do R-7, distinguidas por um sufixo no nome (e.g. Sapwood-A).
{{referências|Notas e referências}}
 
5

edições